Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Cantor Kris Wu condenado a 13 anos de prisão por violação e incentivo em atividades promíscuas

O artista, atualmente com 32 anos, foi condenado por um tribunal em Pequim, China.

Cantor Kris Wu condenado a 13 anos de prisão por violação e incentivo em atividades promíscuasKris Wu na iHeartRadio MMVAs, Toronto, Canadá, 2018 Frank Gunn/The Canadian Press via Associated Press
Redação
O cantor e ator sino-canadiano Kris Wu foi condenado, esta sexta-feira (25 de novembro), a 13 anos de prisão pelos crimes de violação e incentivo na participação em atividades promíscuas. O artista, atualmente com 32 anos, foi condenado por um tribunal em Pequim, China. 

Wu, que foi detido em 2021, foi considerado culpado por, em 2020, ter forçado três mulheres embriagadas a terem relações sexuais duarante festas que dava em casa e por, em 2018, ter incentivado jovens, menores de idade, a participar em orgias. 

O caso foi tornado público quando uma estudante denunciou o artista, numa entrevista a uma publicação chinesa. A estudante, de 20 anos, acusou Wu de a ter violado quando tinha 17 anos. Após a denúncia, houve mais 24 queixas. 

O cantor pop sino-canadiano foi condenado a 11 anos e seis meses por violação e a um ano e 10 meses por ter reunido pessoas para encontros promíscuos. 

Kris Wu nasceu na China mas tem nacionalidade canadiana. O artista alcançou a fama quando fez parte do grupo de k-pop EXO. A partir daí, tornou-se célebre na China, como cantor, ator e modelo.