Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Festival Mar Me Quer em Portimão é para toda a família

De 12 a 14 de agosto. Diogo Piçarra, Bispo, Chico da Tina, Richie Campbell, Paula Fernandes e Bué Tolo no cartaz.

Festival Mar Me Quer em Portimão é para toda a família
Redação

Chama-se Mar Me Quer e decorre nos dias 12, 13 e 14 de agosto na zona Ribeirinha de Portimão, no Algarve. 

Diogo Piçarra, Bispo, Chico da Tina, Richie Campbell, Paula Fernandes e Bué Tolo são os nomes que figuram no cartaz da primeira edição.  

Bispo e Diogo Piçarra atuam no primeiro dia do evento, a 12 de agosto. Chico da Tina e Richie Campbell vão animar o dia 13, a segunda noite. O último dia, a 13 de agosto, conta com os concertos de Bué Tolo e da brasileira Paula Fernandes. 


Cada uma das noites do festival será antecedida por sunsets com a música assegurada pelos DJs Sekmintendes, Nuno Luz e Wilson Honrado, respetivamente. 

O músico André Sardet, da organização, explica as razões que levaram à criação do festival. "O Mar Me Quer surge porque percebemos que, em meados de agosto, não há nenhum grande evento a acontecer em Portimão. Achámos que seria importante oferecer uma forma de entretenimento aos milhões de pessoas que estão no Algarve nesta altura do ano. É uma forma de se entreterem e de estarem em família. É um evento para todos. É para os mais velhos e também para os mais novos".


A premissa de transversalidade, a pensar na família, reflete-se no cartaz da primeira edição. "Quisemos encontrar nomes absolutamente transversais e familiares. Sabemos que são nomes que agradam aos pais e aos filhos. Esse foi o nosso grande objetivo, acrescentou André Sardet.  


O Mar Me Quer chega também com uma preocupação relacionada com a sustentabilidade. "Nós estamos ao lado do rio Arade e à frente é o mar. A sustentabilidade é uma questão que, cada vez mais, está na ordem do dia. E a sustentabilidade dos oceanos é fundamental para a sustentabilidade do planeta", disse-nos o criador do evento.


"Queremos transmitir mensagens importantes, ajudar a mudar alguns hábitos. O Algarve é sensível às alterações climáticas. Há estudos que dizem que grande parte do Algarve pode desaparecer. É possível que haja alterações na orla costeira do Algarve. Já que as pessoas estão aqui de férias, a usufruir de um património coletivo e fantástico, aproveitamos para relembrar que temos de lutar por este mesmo património". 

Os bilhetes estão disponíveis em www.ticketline.sapo.pt e nos locais habituais.