Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Governador de Lugansk diz que exército ucraniano vai retirar de Severodonetsk

Cidade tem sido o palco dos confrontos mais intensos das últimas semanas.

Governador de Lugansk diz que exército ucraniano vai retirar de SeverodonetskAssociated Press
Agência Lusa

As forças ucranianas receberam ordens para retirar de Severodonetsk, no leste do país, palco de combates com o exército russo, anunciou hoje o governador regional.

A tomada de Severodonetsk é uma etapa crucial no plano de conquista russa da bacia industrial de Donbass, parte da qual está nas mãos dos separatistas pró-russos desde 2014.

"As forças armadas ucranianas vão ter de se retirar de Severodonetsk. Receberam a ordem", declarou o governador de Lugansk, Serguei Gaidai, na plataforma de mensagens Telegram.

"Já não faz sentido manter posições que foram constantemente bombardeadas nos últimos meses", acrescentou.

A cidade está "quase reduzida a cinzas" e "todas as infraestruturas essenciais foram destruídas", indicou.

O responsável ucraniano considerou que "90% da cidade está danificada e 80% das casas terão de ser demolidas".

A ofensiva militar lançada a 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia já matou 4.662 civis, de acordo com dados da ONU, que sublinha que os números reais poderão ser muito superiores.

O conflito levou ainda à fuga de mais de 15 milhões de pessoas de suas casas, 7,7 milhões das quais para os países vizinhos.