Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Era o que Faltava

Temporada 4

2022-09-29

Joana Santiago (Semear)

“O conselho que dou como mãe é um dia de cada vez”.

Joana Santiago foi enfermeira durante 30 anos e, tendo um filho com multideficiência, foi fácil aperceber-se da escassez de emprego para pessoas com deficiências intelectuais e de desenvolvimento. Daí nasceu a associação BIPP Soluções para a Deficiência e, mais tarde, o programa Semear - Terra de Oportunidades, que desde 2014 ajuda na inclusão social para jovens e adultos - o habitual é estes jovens estudarem até aos 18 anos e depois não terem nada para fazer. 

“As famílias das pessoas com deficiência vivem muitas ilusões na vida, sempre na esperança: ‘Ah, ele agora vai para uma formação, se calhar vai ter trabalho’, depois afinal não vai”, explica a fundadora do programa Semear. “Todo este caminho de incerteza é muito angustiante para os pais, que percebem ‘eu vou morrer, o que é que vai acontecer ao meu filho?’” 

Sobre a sua própria experiência, Joana Santiago recorda: “Eu não percebi à nascença que o meu filho tinha deficiência, foi com o desenvolvimento, mas é claro que é um choque, porque há um misto de sentimentos entre o amor incondicional e ao mesmo tempo uma incerteza gigante sobre o futuro daquela pessoa. E é bom que se faça um luto de tudo isto, é bom que se chore e que se deite cá para fora tudo o que se está a sentir, mas reparem que isto só acontece porque há muitas barreiras, porque se não houvesse tanta barreira era muito mais fácil integrar os nossos filhos”.