Era o que Faltava

Temporada 3

2021-12-14

Rita Marrafa de Carvalho

“O que é que leva alguém a matar? Na sua essência, são temas que se centram na natureza humana”

É jornalista e apaixonada por true crime, caracteriza-se como sarcasticamente rigorosa e fascina-se com o que leva um ser humano a matar: “na sua essência, são temas que se centram na natureza humana. O que é que leva alguém a matar? O que é que leva alguém que, aparentemente, é um cidadão normal, casado, com filhos, nunca deu um sinal ou sintoma de que um dia lhe desse uma coisa má e resolvesse matar com um ato de violência?”. Rita Marrafa de Carvalho esteve no Era o Que Faltava para uma conversa com João Paulo Sousa e Ana Martins.

Para além do interesse nos crimes, Rita Marrafa Carvalho é também bastante entendida no que diz respeito à ameaça das fakenews: “a desinformação, a ignorância e o desconhecimento são a maior ameaça que nós hoje em dia temos. Nós temos comentadores que falam com propriedade de um determinado tema que não dominam minimamente, não dominam. No entanto, a assertividade com que o fazem, confere-lhes uma espécie de cristalização de credibilidade que leva a que as pessoas em casa acreditem, quando provavelmente aquele comentador fez uma pesquisa no facebook, ou num site de fakenews, e partilha uma “verdade” que não é verdadeira”.

Enquanto jornalista, Rita Marrafa de Carvalho explica que “a facilidade em que caímos num sensacionalismo que é redundante, diminuto, que não acrescenta, desinforma... é um exercício que temos de fazer, não cair naquilo que é redutor, não cair naquilo que é fácil. É muito fácil ser atrativo para uma audiência, é fácil cair no sensacionalismo, o difícil é não tombar lá”.