Era o que Faltava

Temporada 3

2022-05-11

José Cid

“Não me procurem no wikipédia. Eu sou aquilo que vocês escutarem no futuro”

Sem papas na língua, José Cid destaca que aquilo que está escrito na internet, na maioria das vezes, não o define enquanto artista. “Não me procurem no wikipédia (…) eu sou aquilo que vocês escutarem no futuro”.

O artista reconhece que nunca é tarde para amar e que o amor do público lhe faz bem à alma, “tenho o maior respeito pelas pessoas que me amam e que gostam de mim”. Aos 80 anos, assume-se como um artista multifacetado e diz que tem o privilégio de ver as suas canções passarem de geração em geração.

Nesta conversa com João Paulo Sousa e Ana Delgado Martins, não faltou música. A “mãe” do rock, como se gosta de intitular, cantou em três línguas diferentes. Trouxe o piano, a “Cabana junto à praia”, o “Cai Neve em Nova Iorque” e o talento do costume.