Ai Destino, Ai Destino

Temporada 1

2020-03-10

COVID-19: Conselhos para Viajantes

Céline Machado é enfermeira no Hospital Curry Cabral e também no serviço SNS – Saúde 24. À data de gravação deste podcast (10 de Março 2020), estava praticamente sem voz de tantas chamadas atender com dúvidas sobre o Covid-19. É esse, de resto, o procedimento se tiver sintomas de infeção respiratória aguda como febre, tosse e dificuldade respiratória: ligar de imediato para o 808 24 24 24 (custo de chamada local) para poder ser reencaminhado para um hospital público adequado.

Sendo este um podcast de viagens, a dúvida que mais é colocada é: posso continuar a viajar? Repetimos: à data deste podcast, a Organização Mundial de Saúde garante que sim, desde que não viaje para as áreas do globo com maior incidência do vírus. Mas terá sempre de ter as mesmas precauções de saúde que têm vindo a ser recomendadas em todo o mundo.

Se quiser acompanhar os conselhos para viajantes da enfermeira Celine, é seguir o blog Travelling Nurse, ou facebook e instagram Saúde em Viagem.  

Para qualquer dúvida, deve sempre visitar o site da Direção Geral de Saúde ou consultar o seu profissional de saúde. A informação que se segue é, aliás, da DGS:

Devo viajar? O que fazer durante a estadia? E após o regresso?

A Organização Mundial da Saúde não recomenda restrições de viagens, comércio ou produtos, de momento e com base no conhecimento atual. No entanto, existem áreas do globo com transmissão Comunitária ativa em que o risco de contágio é elevado.

A DGS reforça as recomendações das seguintes medidas de higiene e de etiqueta respiratória para VIAJANTES:

• Lavar frequentemente as mãos, com água e sabão, esfregando-as bem durante pelo menos 20 segundos;

• Reforçar a lavagem das mãos antes e após a preparação de alimentos, antes das refeições, após o uso da casa de banho e sempre que as mãos estejam sujas;

• Usar, em alternativa, para higiene das mãos, uma solução à base de álcool;

• Usar lenços de papel (de utilização única) para se assoar;

• Deitar os lenços usados num caixote do lixo e lavar as mãos de seguida;

• Tossir ou espirrar para o braço com o cotovelo fletido, e não para as mãos;

• Evitar tocar nos olhos, no nariz e na boca com as mãos sujas ou contaminadas com secreções respiratórias;

As pessoas regressadas de uma área afetada devem estar atentas ao surgimento de febre, tosse e eventual dificuldade respiratória. Se surgirem estes sintomas, não se devem deslocar aos serviços de saúde, mas ligar para o SNS24 - 808 24 24 24, e seguir as orientações que lhes forem dadas. Por regra não se recomenda qualquer tipo de isolamento de pessoas sem sintomas.

Há também uma linha da DECO "Dúvidas sobre viagens Covid-19", disponível no número telefónico 213 710 282, que oferece aconselhamento jurídico sobre as viagens, cancelamentos e alterações, mas não sobre saúde.