Primeiro padre-robô distribui bênçãos

A ideia era lançar o debate sobre a utilização dos robôs na igreja, numa altura que há cada vez menos padres.

12 de setembro de 2019 às 12:33Primeiro padre-robô distribui bênçãos

À primeira vista, pode parecer uma máquina para carregar o passe do Metro com um formato estranho. Mas não. Chama-se BlessU-2, em português “Também te abençoo”, e é o primeiro padre-robô do mundo.

Foi instalado na cidade alemã de Wittenberg, a sudoeste de Berlim, pela Igreja Evangélica Protestante por ocasião do 500º aniversário da Reforma Protestante.

Fala cinco línguas (alemão, inglês, francês, espanhol e polaco), permite optar por uma voz masculina ou feminina e distribui benções. Para comunicar com o ‘prior de lata’ há um ecrã tátil no peito do mesmo, onde se vai respondendo às questões que são lançadas. Depois de perguntar em que idioma deseja ser atendido e se prefere uma voz masculina ou feminina, o robô permite-lhe escolher entre quatro bençãos: "estímulo", "renovação", "acompanhamento" e "verificação”.

No “atendimento” aos fiéis o BlessU-2 recita passagens da bíblia e termina sempre com um "Que Deus te abençoe e proteja!" Isto enquanto levanta os braços e acende umas luzes nas palmas das mãos que iluminam os crentes, skill que dificilmente um padre comum conseguirá alcançar.

No final, ainda pergunta se quer levar uma memória da visita. Em caso afirmativo, abre-se uma pequena gaveta de onde sai um talão, semelhante ao dos pagamentos em multibanco, com a mensagem divina.

 

 

A ideia de criar um padre-robô era lançar o debate sobre a utlização da inteligência artificial na igreja, numa altura que há cada vez menos padres. Se por um lado o primeiro contacto com a máquina provocou sorrisos, o que é certo é que os fiéis mostraram-se receosos de que os padres de carne e osso pudessem ser subsutituídos. E quanto mais crentes, maior a crítica à ideia.

A experiência foi estudada por investigadores das Universidades de Würzburg e de Siegen que contabilizaram  mais de 10000 contactos de fiéis com o BlessU-2. Entre os mais de dois mil comentários registados,  mais da metade foram positivos.

E você, já imaginou confessar-se a um robô?

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top