Dorian atinge categoria máxima com ventos de 260 km/h

O furacão aproxima-se das Bahamas e ainda não é certo se vai atingir os EUA na Florida ou nos estados da Carolina.

NOAA
01 de setembro de 2019 às 10:26Dorian atinge categoria máxima com ventos de 260 km/h

O furacão Dorian, agora com categoria 5 (nível máximo), aproxima-se do norte das Bahamas com ventos de 260 quilómetros por hora, esperando-se ondas fortes e chuvas torrenciais, tendo a população já procurado abrigo em escolas e igrejas.

Do estado da Florida aos estados da Carolina, milhares de pessoas permanecem preocupadas com a rota que o furacão poderá tomar, após as autoridades terem indicado que o Dorian iria encaminhar-se para nordeste e passar pela costa sudoeste dos Estados Unidos.

De acordo com a agência Associated Press (AP), as autoridades já alertaram que, mesmo que o centro do furacão não atinja a costa dos Estados Unidos, esta área será afetada com ondas e ventos fortes.

No norte das Bahamas, os hotéis encerraram e os residentes estão a ser encaminhados para as áreas baixas das ilhas.

O Governo está a montar abrigos, em igrejas e escolas, que estão a ser abertos ao longo do dia.

O primeiro-ministro das Bahamas avisou que o Dorian é uma “tempestade perigosa” e alertou que quem se recusar a abandonar a sua habitação “está a colocar-se numa situação de perigo extremo e pode esperar consequências catastróficas”.

Por sua vez, o porta-voz do Governo, Kevin Harris, avançou que é estimado que o Dorian tenha impactos sobre 73 000 residentes de 21 000 casas.
 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top