NOS Alive: o chão está mais limpo no final dos concertos

Os copos descartáveis de plástico deram lugar aos copos reutilizáveis. No final da festa nota-se um recinto muito mais limpo.

13 de julho de 2019 às 18:10NOS Alive: o chão está mais limpo no final dos concertos

Se há imagem desagravável no final de um dia de festival de música, essa imagem é a do “mar de copos de plástico” que se arrasta ao longo do recinto.

Nos últimos anos, o NOS Alive, tal como outros festivais (de música e não só) tem demonstrado preocupação pelas boas práticas ambientais, quer pela utilização de materiais reciclados, quer pela colocação de mais caixotes de reciclagem ou até mesmo de equipas em permanência à caça do plástico e papel no recinto. Mas este ano, uma das principais novidades do NOS Alive nesta matéria tem dado que falar, e pela positiva. A organização e a marca de cervejas que patrocina o festival adotaram uma medida que já vem sendo implementada noutros festivais de verão mas no festival de música do Passeio Marítimo de Algés ainda não: o copo reutilizável. Os copos descartáveis de plástico desapareceram e deram lugar ao copo reutilizável que obriga ao pagamento de um valor fixo para o poder ter e, consequentemente, beber.

Teresa Cortes, da Sociedade Ponto Verde (SPV) nota o recinto do festival muito mais limpo em comparação com os anos anteriores. “As pessoas estão muito mais preocupadas [com o ambiente] e, mesmo os que não estão, o copo reutilizável facilita muito a limpeza do recinto”, sublinha a responsável pela área de comunicação da entidade que gere os resíduos de embalagens e que há vários anos marca presença nos festivais de verão.

Quem quiser pode levar o copo reutilizável para casa. Quem não quiser, há contentores dentro e fora do recinto do NOS Alive próprios para receberem o plástico que será depois reciclado.

Pelo espaço do festival de música do Passeio Marítimo de Algés continuam a existir também os “mochileiros” da SPV, equipados com ecopontos móveis.

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top