Governo português envia mais ajuda para Moçambique

Um avião comercial, com mais apoio, segue hoje para Moçambique.

Governo português envia mais ajuda para MoçambiqueJOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
Redação

Além dos dois aviões militares, que já seguiram para Moçambique, o Governo português fretou um avião comercial que parte esta sexta-feira com mais apoio.

"Levará embarcações de socorro, material de comunicações, mais seis toneladas de material militar", disse o ministro da Administração Interna.

Eduardo Cabrita adiantou que a bordo vão ainda cerca de 50 efetivos, entre bombeiros voluntários e elementos da força especial de bombeiros, além de militares da GNR.

Portugal fretou um avião comercial que vai partir na sexta-feira para Moçambique com cerca de 50 pessoas e diverso material para ajudar nas operações, após o ciclone Idai, disse hoje o ministro da Administração Interna.

Após a cerimónia de despedida dos 18 elementos que partiram esta noite para Moçambique, do aeródromo de trânsito de Figo Maduro, em Lisboa, Eduardo Cabrita declarou à imprensa: “Portugal estará à altura daquilo que é a nossa obrigação de solidariedade com o povo moçambicano, nesta hora difícil. Ontem (quarta-feira), tivemos um conjunto de elementos fundamentalmente militares, hoje temos uma missão centrada na dimensão humanitária e de proteção civil”.