Emília Cerqueira admite que marcou presenças de José Silvano

Deputada social-democrata garante que marcou as presenças do secretário-geral do partido inadvertidamente e não a pedido do próprio.

09 de novembro de 2018 às 17:40Emília Cerqueira admite que marcou presenças de José Silvano

A deputada social-democrata Emília Cerqueira assumiu hoje ter, "inadvertidamente", sido a autora do registo falso do seu colega e secretário-geral do PSD, José Silvano, no sistema informático de presenças em reuniões plenárias do parlamento.

Em conferência de imprensa, meia hora atrasada na Assembleia da República, a jurista eleita pelo círculo de Viana do Castelo referiu ter acesso à palavra-passe pessoal ("password") de Silvano e de outros deputados e vice-versa, para terem acesso a documentos e ficheiros de trabalho guardados nos respetivos computadores.

"Tenho a 'password' de alguns colegas de quem sou muito próxima, tal como eles têm a minha. Faz parte da vida de muitas organizações", afirmou, negando qualquer pedido por parte de Silvano para o fazer o seu registo quando estava ausente, especificamente nos dias 18 e 24 de outubro.

O deputado e secretário-geral do PSD, José Silvano, protagonizara na quinta-feira a primeira declaração pública sobre as falsas presenças em reuniões plenárias, seis dias após o jornal semanário Expresso ter noticiado o caso, mas sem responder a perguntas dos jornalistas, acrescentando querer que a Procuradoria-Geral da República, que já anunciou estar a analisar o caso, investigue o sucedido.

O deputado garantiu não ter autorizado ninguém a utilizar a sua "password" - pessoal e intransmissível - para registo de deputados no hemiciclo do parlamento, permanecendo por explicar como foi assinalada a sua presença em plenário em duas datas em que esteve ausente.

José Silvano ascendeu ao cargo de secretário-geral do PSD em março deste ano após demissão de Feliciano Barreiras Duarte, também alvo ele de notícias sobre irregularidades no percurso académico e na morada para efeitos de cálculo de abonos das deslocações como deputado.

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top