Marcelo convidado a conhecer favela à porta de Lisboa

Vivem cerca de 3000 pessoas no bairro clandestino do Segundo Torrão, na Trafaria

Marcelo convidado a conhecer favela à porta de Lisboa
Redação

3000 pessoas vivem numa aparante favela mesmo em frente a Lisboa mas muitos lisboetas não o sabem. O bairro do Segundo Torrão, na Trafaria, tem centenas de casas precárias e está escondido na margem sul do Tejo. A Associação Cova do Mar, que oferece ATL às cerca de 200 crianças do bairro há mais de um ano, lançou uma petição, em jeito de carta aberta, a convidar o Presidente da República a uma visita, para tirar o bairro do esquecimento.

"Há famílias que têm dificudlades económicas muito grandes, e que passam fome. Não são todas, felizmente, mas existem. E o nosso papel como sociedade é garantir que isto não pode acontecer", diz Alexandra Leal, fundadora da Cova do Mar. "Há muitas casas inacabadas. Não têm cimento a revestir. É só tijolo". O Segundo Torrão tem pragas de ratos e "também houve casos de crianças a ir para o hospital com febre da carraça". A eletricidade falha, por vezes. No Inverno aconteceu, por exemplo, durante três dias. Não havia como aquecer água. As velas era obrigatórias para ilumunar casas abarracadas, muitas com divisórias sem janela.

A petição para convidar Marcelo Rebelo de Sousa a conhecer, e a dar a conhecer, o Segundo Torrão está AQUI.

 


?