Factura da água deve manter-se em 2017 na maior parte das autarquias

Ministro do Ambiente diz que a aposta do Governo é na eficiência e não no aumento de preços.

Rui Tomás
15 dezembro 2016, 15:09
A factura da água poderá ter aumentos, mas em casos pontuais. O ministro do ambiente admite que há 150 entidades gestoras da rede pública em que as receitas não cobrem os curstos.A factura da água poderá ter aumentos, mas em casos pontuais. O ministro do ambiente admite que há 150 entidades gestoras da rede pública em que as receitas não cobrem os custos.

Matos Fernandes pede às autarquias para reforçarem a aposta na eficiência, incluindo a criação de entidades de gestão supramunicipais. O ministro falava no final da reunião do Conselho de Ministros.  

A mesma mensagem já tinha sido passada pelo secretário de Estado do ambiente. Carlos Martins diz que a expectativa do Governo é que não sejam necessários aumentos nas facturas.

À margem da apresentação do primeiro relatório de avaliação anual do novo plano estratégico do sector das águas, o governante lembrou o exemplo do Porto, que até baixou a factura da água e do saneamento para os munícipes.