Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Taylor Swift, Rihanna e Beyoncé entre as mais poderosas do mundo

A Forbes publicou a lista com as 100 mulheres mais poderosas do mundo. Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, em primeiro lugar.

Taylor Swift, Rihanna e Beyoncé entre as mais poderosas do mundo Taylor Swift: Jordan Strauss/Invision/Associated Press Rihanna: Evan Agostini/Invision/Associated Press Beyoncé: Jordan Strauss/Invision/Associated Press
Redação

A revista Forbes já publicou a lista com as 100 mulheres mais poderosas do mundo em 2022. Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, está em primeiro lugar muito devido ao papel que tem desempenhado desde a invasão da Ucrânia pela Rússia em fevereiro. Na lista que agrega os 100 nomes encontramos nomes da arte e do entretenimento como Taylor Swift, Rihanna, Beyoncé, Oprah Winfrey, Reese Witherspoon, Shonda Rhimes ou Dolly Parton. Foquemo-nos no mundo da música. 

A cantora e empresária Rihanna, habituada a estar nestas andanças, ocupa a 73ª posição - posto que conquista às custas das receitas da marca de cosméticos Fenty Beauty e da linha de lingerie Savage x Fenty. A norte-americana Taylor Swift ocupa o número 79, tendo, em 2022, sido a primeira artista da história a ocupar os dez primeiros lugares na lista Billboard Hot 100. A Forbes também teve em conta a correria louca aos bilhetes da próxima digressão da cantora, uma procura alucinante para a qual nem a gigante Ticketmaster conseguiu dar resposta. Swift, de 32 anos, é a mais nova da lista.

Ainda no universo musical, Beyoncé posiciona-se na 80ª posição. A cantora foi incluída na lista com o fato de ter tido uma digressão que lhe rendeu mais de 250 milhões de dólares. Em novembro, Beyoncé foi nomeada em nove categorias dos Grammys, tornando-se a artista com mais nomeações na história dos prémios mais conceituados do mundo da música. 

Dolly Parton, a histórica do country, conseguiu ficar no 96 lugar, com um catálogo musical avaliado em cerca de 150 milhões de dólares.