Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Funcionário do Starbucks chora ao saber que tem turno de oito horas

Vídeo de dois minutos, a chorar, foi publicado nas redes sociais.

Funcionário do Starbucks chora ao saber que tem turno de oito horasInstagram
Ruben Mateus

Um funcionário da cadeia Starbucks fez um vídeo, emocionado, a queixar-se das condições precárias de trabalho e da dificuldade que é trabalhar oito horas seguidas.

Além das queixas laborais, este jovem refere que os clientes são bastante mal-educados porque os pedidos feitos não ficam imediatamente prontos.

Evan, o nome deste jovem, pondera demitir-se e perder assim o estatuto de trabalhador/estudante.

Atualmente trabalha 25 horas nos dias úteis e oito horas ao sábado e ao domingo.