Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Ponte da Figueira da Foz condicionada na próxima quarta e quinta-feira

Os trabalhos vão decorrer entre as 08h30 e as 17h30.

Ponte da Figueira da Foz condicionada na próxima quarta e quinta-feiraIP
Redação / Agência Lusa

O trânsito na Ponte Edgar Cardoso, na Figueira da Foz, vai estar condicionado na próxima quarta e quinta-feira, no âmbito da empreitada de reabilitação e reforço daquela infraestrutura, anunciou esta sexta-feira a Infraestruturas de Portugal (IP).

Para a realização das intervenções previstas, serão suprimidas parcialmente as vias da esquerda, sendo que na quarta-feira os trabalhos decorrem no sentido norte/sul e na quinta-feira no sentido sul/norte, entre as 08h30 e as 17h30.

A requalificação e reforço da Ponte Edgar Cardoso, sobre o Rio Mondego, vai durar cerca de 21 meses, representando um investimento de 16,8 milhões de euros.

A Ponte da Figueira da Foz, como também é conhecida, projetada pelo professor Edgar Cardoso, foi a primeira ponte rodoviária com o tabuleiro "atirantado" realizada em Portugal, tendo sido aberta ao tráfego em 1982.

Segundo a IP, a partir de fevereiro o trânsito será cortado no período noturno, com exceção para os veículos de emergência, entre as 20h30 e as 06h30, exceto nas noites de sexta-feira para sábado e sábado para domingo.

A circulação pedonal, de bicicleta ou outros meios vai estar também impedida a partir do início dos trabalhos e durante toda a obra.

Está previsto ainda a colocação de semáforos limitadores de velocidade para o trânsito que circular na ponte, de 1,4 quilómetros de extensão, e o corte alternado das duas faixas de rodagem, com circulação condicionada a uma via em cada sentido.

A parte mais importante da obra será a substituição dos tirantes, mas a intervenção inclui também o reforço das vigas do tabuleiro e do sistema de fixação do tabuleiro, reabilitação dos aparelhos de apoio, decapagem e pintura geral do tabuleiro metálico e trabalhos complementares de pavimentação, iluminação, drenagem, juntas de dilatação, reparação e proteção de superfícies de betão.