Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Ministro da Saúde admite incompatibilidade com gestão de empresa no setor

Manuel Pizarro adianta que já iniciou processo de dissolução de empresa noa área da saúde.

Ministro da Saúde admite incompatibilidade com gestão de empresa no setorLusa/Paulo Novais
Agência Lusa

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, disse hoje estar "ciente" da incompatibilidade do seu cargo no Governo com a gestão de uma empresa na área da saúde, salientando já ter iniciado "o processo de dissolução da mesma".

"Ciente de que o exercício de funções como ministro é incompatível com a integração em corpos sociais de pessoas coletivas de fins lucrativos, Manuel Pizarro, sócio-gerente da empresa "Manuel Pizarro -- Consultadoria, Lda", iniciou o processo de dissolução da mesma, processo que não se encontra ainda concluído por ser necessário proceder à venda de um ativo da empresa, um imóvel de 38 m2 [metros quadrados], localizado no Porto", lê-se num comunicado enviado às redações. 

De acordo com o Ministério da Saúde, a escritura está agendada para "os primeiros dias de outubro".

"O Ministro da Saúde apresentará a declaração única de rendimentos, património, interesses, incompatibilidades e impedimentos dentro do prazo previsto, até 60 dias após a tomada de posse", acrescenta. 

A posição de Manuel Pizarro surge após a TVI ter denunciado hoje o caso numa reportagem.