Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Shakira: "estou a viver uma das piores alturas da minha vida"

A cantora falou publicamente sobre a separação do futebolista Gerard Piqué e sobre a alegada fuga aos impostos em Espanha.

Shakira: "estou a viver uma das piores alturas da minha vida"Associated Press
Redação

A cantora Shakira falou pela primeira vez sobre a separação do futebolista Gerard Piqué, com quem esteve casada 11 anos, numa entrevista à publicação Elle Magazine. 

Além da atribulada separação do jogador do Barcelona, que tem feito correr muita tinta na imprensa, a artista colombiana ainda aproveitou a ocasião para contar a sua versão sobre as acusações de fuga aos impostos que recaem sobre si em Espanha. 

"Tenho permanecido em silêncio, a tentar processar tudo. É difícil falar sobre isso [a separação] não só porque o processo ainda está a decorrer mas também porque estou a passar por isto à frente de toda a gente. Acaba por não ser uma separação convencional", disse na entrevista. "Tem sido duro não só para mim mas também para os meus filhos [Milan e Sasha]. Tem sido incrivelmente difícil. Tenho fotógrafos constantemente acampados à minha porta. Não existe um único sítio, a não ser a minha casa, onde consiga estar com os meus filhos longe dos fotógrafos", acrescentou a artista.

"A missão prioritária é proteger os meus filhos, mas a verdade é que eles acabam por ouvir comentários na escola ou leem notícias desagradáveis online. Isso afeta-os". Shakira confidenciou que a criação de música tem funcionado como uma "tábua de salvação" no meio da atribulação que tem experienciado na sua vida pessoal.

"A música é que tem trazido alguma luz a estes momentos tão difíceis", disse. "Provavelmente estou a viver uma das piores alturas da minha vida. Mas depois penso em todas as mulheres que estão a passar por algo igual ou pior ao que estou a viver. Penso nas mulheres, que, tal como eu, acreditam nos valores da família. Nas mulheres que sonham em ter uma família para sempre. Ver esse sonho a desfazer-se é uma das coisas mais dolorosas que podemos experienciar", continuou Shakira. "Acho que todas essas mulheres são resilientes. Nós somos resilientes. Temos uma resiliência que nasce connosco. É suposto cuidar dos que dependem de nós. Pergunta-me como é que consigo gerir tudo isto. Eu limito-me a gerir. Lembro-me que tenho de ser um exemplo para os meus filhos".

Shakira, que viveu em Espanha devido à carreira de Piqué, também enfrenta um pesadelo legal com as autoridades espanholas. O Ministério Público espanhol pede oito anos de prisão para a cantora e o pagamento de uma indemnização de 23,7 milhões de euros por seis crimes de fraude fiscal. Shakira, alegadamente, terá defraudado os cofres públicos em 14,5 milhões de euros ao evitar o pagamento de impostos sobre o rendimento e sobre o património entre 2012 e 2014. Na entrevista à Elle, Shakira garante que as acusações são falsas e que pagou tudo o que alegam estar a dever mesmo antes de ter sido acusada. "Estou confiante que tenho provas suficientes para defender-me. Acho que a justiça vai prevalecer a meu favor", referiu. 

A cantora, que tem um novo disco pronto, também falou do apoio que está a receber dos amigos. "O Chris Martin está sempre a ligar-me para perguntar se está tudo bem comigo", contou, além de sublinhar o apoio que também está a receber de pessoas como o Juan Luis Guerra ou o Alejandro Sanz.