Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Benfica enfrenta Maccabi Haifa no regresso à fase de grupos da Champions

Águias tentam manter o pleno de vitórias frente aos israelitas.

Benfica enfrenta Maccabi Haifa no regresso à fase de grupos da ChampionsLusa/Miguel A. Lopes
Agência Lusa

O Benfica vai tentar manter hoje o pleno de triunfos na época futebolística 2022/23 na receção aos israelitas do Maccabi Haifa, no primeiro jogo do Grupo H da Liga dos Campeões.

A formação comandada pelo alemão Roger Schmidt conta por vitórias todos os nove jogos já disputados, incluindo os quatro da qualificação para a 'Champions' e os cinco da I Liga, que lhe valem a liderança isolada.

Os 'encarnados' devem apresentar um 'onze' semelhante ao da receção ao Vizela, com António Silva ao lado do veterano Otamendi, dadas as lesões entre os defesas centrais, e, provavelmente, a estreia do alemão Julian Draxler, como suplente.

Na 17.ª presença entre a 'elite' do futebol europeu, o Benfica aspira a qualificar-se para os oitavos de final, num grupo com as 'estrelas' do Paris Saint-Germain e com a consagrada Juventus, tendo os bicampeões israelitas como adversário mais acessível.

Mesmo assim, o Maccabi Haifa deve surgir moralizado na sua terceira presença na fase de grupos da 'Champions', após ter vencido, também nos instantes finais, o rival Hapoel Be'er Sheva, que o tinha derrotado no primeiro jogo da temporada, arrebatando a Supertaça israelita.

A equipa orientada por Bachar Bakhar chegou a esta fase depois de eliminar o Olympiacos, então de Pedro Martins, o Apollon e o Estrela Vermelha, destacando-se neste percurso a goleada conseguida no Pireu (4-0) e o empate (2-2) no recinto dos sérvios.

O jogo entre Benfica e Maccabi Haifa está marcado para as 20h00, no Estádio da Luz, em Lisboa, sob arbitragem do sueco Andreas Ekberg, à mesma hora que o Paris Saint-Germain recebe a Juventus.

Na jornada de hoje da principal prova continental de clubes destacam-se ainda a visita do Real Madrid, atual campeão europeu, ao terreno do Celtic, para o Grupo F, e a do Manchester City ao Sevilha, no G.