Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

China anuncia envio de tropas para exercícios militares na Rússia

Os exercícios militares vão ser conjuntos com outros países, incluindo Índia e Bielorrússia, no final de agosto.

China anuncia envio de tropas para exercícios militares na RússiaFocus
Agência Lusa

O Ministério da Defesa chinês anunciou hoje que vai enviar tropas para a Rússia para exercícios militares conjuntos com outros países, incluindo Índia e Bielorrússia, no final de agosto.

A participação da China nos exercícios conjuntos ?não tem relação com a atual situação internacional e regional?, apontou o ministério, em comunicado.

A mesma fonte indicou que estes exercícios visam aprofundar a ?cooperação pragmática? entre os países, melhorar o nível de ?colaboração estratégica? entre os participantes e fortalecer a capacidade de resposta a várias ameaças à segurança.

As manobras, designadas ?Vostok 2022? (Leste 2022) vão ser realizadas em território russo, entre 30 de agosto e 5 de setembro.

Soldados do Exército de Libertação Popular, as Forças Armadas chinesas, Índia, Bielorrússia, Tajiquistão e Mongólia, entre outros países, vão participar nos exercícios, que se realizarão em treze locais, segundo a Rússia.

Este anúncio ocorre dois dias após o Exército chinês realizar novamente manobras militares em torno de Taiwan. As manobras intensificaram-se após a visita à ilha da líder do Congresso dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, considerada por Pequim como farsa e traição.

Pequim considera Taiwan uma província sua, apesar de a ilha atuar como entidade política soberana. A visita de Pelosi foi, por isso, vista por Pequim como uma violação da soberania da China.