Ouça a Rádio Comercial, faça o download da App.

Foo Fighters anunciam dois grandes concertos de tributo a Taylor Hawkins, um em Londres e outro em Los Angeles

A banda norte-americana fez o anúncio hoje nas redes sociais. "Para o nosso querido amigo, o nosso companheiro de banda, o nosso irmão".

Foo Fighters anunciam dois grandes concertos de tributo a Taylor Hawkins, um em Londres e outro em Los Angeles Associated Press
Redação

Os Foo Fighters não têm usado as redes sociais desde a morte do baterista Taylor Hawkins, a 25 de março de 2022. Só usaram as contas oficiais para anunciar o cancelamento dos concertos que estavam agendados.

Esta quarta-feira, 8 de junho, a banda anunciou dois grandes concertos de homenagem ao carismático baterista - concertos que têm também o contributo da família do músico e que deverão reunir vários artistas.

"Para o nosso querido amigo, o nosso companheiro de banda, o nosso irmão? os Foo Fighters e a família Hawkins vão organizar dois concertos de tributo a Taylor Hawkins".

O primeiro concerto está marcado para o estádio de Wembley, Londres, a 3 de setembro. A 27 de setembro será no The Kia Forum, em Los Angeles, Estados Unidos. 

O alinhamento de ambos os concertos será anunciado em breve. Os bilhetes estão à venda a partir do dia 17 de junho. 


A família de Taylor Hawkins também publicou uma nota de agradecimento aos fãs da banda e do músico. As palavras são assinadas por Alison Hawkins, a mulher do baterista que morreu aos 50 anos. 

"Quero expressar o meu profundo agradecimento e admiração para com a comunidade global de fãs dos Foo Fighters e do Taylor por todo o amor que manifestaram pelo nosso querido Taylor. A vossa bondade tem sido um conforto de valor incalculável nesta altura de dor inimaginável", começa o comunicado. "Como mulher do Taylor e em nome dos nossos filhos, quero destacar o quão vocês foram importantes para ele e a dedicação dele em cada atuação. O Taylor sentia-se honrado por fazer parte dos Foo Fighters e sempre valorizou o papel de sonho que desempenhava no grupo. Consideramos cada um dos membros da banda e a equipa alargada dos Foo Fighters como família", continua a nota. 

 

"O espírito carismático e o amor profundo que tinha pela música vão estar presentes para sempre nas colaborações que ele gostava de fazer com outros artistas e no catálogo de canções que ele ajudou a criar. Para celebrar a sua vida, é agora tempo de mostrarmos o amor que temos por ele e honrar o seu legado e a música que nos deu".