Ouça a Rádio Comercial nas nossas Apps

Polícias esperaram 45 minutos antes de confrontar autor do massacre no Texas

O Director do Departamento de Segurança Pública do Texas admite que "foi uma decisão errada".

Polícias esperaram 45 minutos antes de confrontar autor do massacre no TexasEPA/TANNEN MAURY

O Director do Departamento de Segurança Pública do Texas, nos Estados Unidos, admite que "foi uma decisão errada" os polícias terem esperado no corredor das salas de aula, enquanto o atirador se barricou e assassinou 19 crianças e duas professoras.

Em conferência de imprensa esta sexta-feira, Steven McCraw disse que no momento do ataque à escola primária no Texas, na terça-feira, cerca de 20 agentes da polícia estiveram num corredor durante mais de 45 minutos antes de usarem uma chave mestra para abrir a porta e confrontar o atirador.

O responsável diz que o comandante no local acreditava que o atirador estava barricado e que as crianças não estavam em risco. McCraw sublinha que "não foi uma decisão acertada, foi uma decisão errada". 

As crianças ligaram repetidamente para o 911 - o número de emergência norte-americano -a pedir ajuda.

Agentes da Patrulha de Fronteira dos EUA acabaram por usar uma chave mestra para abrir a porta trancada da sala de aula onde confrontaram e mataram o atirador, Salvador Ramos, de 18 anos.