Ouça a Rádio Comercial nas nossas Apps

OE2022 aprovado em votação final global

O diploma do Governo foi aprovado com votos favoráveis do PS e as abstenções dos deputados do PSD da Madeira, do PAN e Livre.

OE2022 aprovado em votação final global Lusa/Manuel de Almeida
Redação / Agência Lusa

O Orçamento do Estado para 2022 foi aprovado esta sexta-feira em votação final global na Assembleia da República.

O diploma foi aprovado pelos deputados do PS, que têm a maioria absoluta dos 230 lugares no parlamento, e teve as abstenções dos deputados do PSD eleitos pelo círculo eleitoral da Madeira Sara Madruga da Costa, Sérgio Marques e Patrícia Dantas, assim como dos deputados únicos do PAN, Inês Sousa Real, e do Livre, Rui Tavares.

PSD, Chega, Iniciativa Liberal, PCP e BE votaram contra a proposta.

A votação 'desalinhada' dos deputados do PSD-Madeira não é inédita, registou-se o pela última vez quanto à proposta orçamental do Governo para 2020.

Nessa ocasião, os três deputados do PSD eleitos pela Madeira abstiveram-se, quando o partido tinha decidido o voto contra.

Na altura, o presidente do PSD, Rui Rio, participou da situação ao Conselho de Jurisdição Nacional do partido, que arquivou o processo por considerar que "não ficou claro quem e como indicou o sentido de voto", mas em ocasiões anteriores os deputados madeirenses chegaram a ter pelouros de coordenação retirados.

Momentos antes da votação, o ministro das Finanças, Fernando Medina, terminou o seu discurso pelas 13h10, não tendo utilizado toda a meia hora de que o Governo dispunha para a intervenção. 

À semelhança do que aconteceu na votação na generalidade do Orçamento do Estado em 29 de abril, quando os dois deputados únicos do Livre e do PAN - aos quais se juntaram hoje os deputados do PSD/Madeira - se levantaram para se abster, ouviram-se hoje alguns risos por parte de alguns parlamentares, nomeadamente à direita do hemiciclo.