Várias detenções na Operação Páscoa em Segurança da PSP

Maioria das infrações foi por condução sob o efeito do álcool.

Várias detenções na Operação Páscoa em Segurança da PSPJosé Coelho | LUSA
Redação / Agência Lusa

A Polícia de Segurança Pública (PSP) fiscalizou entre 06 e 18 de abril cerca de 29 mil viaturas, fazendo 394 detenções: 237 por condução com álcool e 164 por falta de carta de condução.

Num balanço da Operação Polícia Sempre Presente (Páscoa em Segurança 2022), do total de detenções neste período, outras 28 deveram-se a tráfico de estupefacientes, sete por posse ilegal de arma e 43 por mandado judicial de detenção.

Dos 6.572 condutores que realizaram o teste do álcool, para além das 237 detenções por níveis de álcool em valor criminal (iguais ou acima das 120mg/litro de sangue), resultaram ainda 253 contraordenações por valores de alcoolemia abaixo dos 120mg/l.

No contexto da Segurança Rodoviária, a PSP promoveu 491 ações de fiscalização a perto de 29 mil viaturas, detetando 7.613 infrações.

Destas, 793 deveram-se a falta de Inspeção Periódica Obrigatória da viatura, 179 por uso de telemóvel durante a condução e 173 por falta de seguro obrigatório.

Também na terça-feira, um comunicado conjunto da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), GNR e PSP dá conta que durante as ações de Páscoa realizadas entre 14 e 18 de abril cinco pessoas morreram nas estradas portuguesas, mais uma do que no mesmo período do ano passado, quando vigoravam medidas como a proibição de circulação entre concelhos.

No mesmo balanço foram registados 37 feridos graves, mais 10 do que no período da Páscoa do ano passado. Os acidentes nas estradas também subiram relativamente ao período da Páscoa do ano passado, com um total de 1.352.

Segundo as autoridades, as cinco vítimas mortais resultaram de acidentes nos distritos de Braga, Coimbra, Lisboa, Portalegre e Vila Real.