Bandas sonoras de Miguel Araújo e Tigerman nos lançamentos de hoje

Novos discos também dos Eels, Jethro Tull e Steve Vai.

Bandas sonoras de Miguel Araújo e Tigerman nos lançamentos de hojeDR - cortesia das promoções dos artistas
Redação

A partir de hoje, a música portuguesa dá-nos duas bandas sonoras, disponibilizadas nas plataformas digitais: "As Canções da Esperança" de Miguel Araújo e "Última Hora" de Legendary Tigerman

A banda sonora de Miguel Araújo é composta por nove canções e serve a série televisiva da SIC (hoje disponível na OPTO), "Esperança", realizada por Pedro Varela e que tem como ator principal César Mourão.

 

A nova banda sonora de Legendary Tigerman (Paulo Furtado) foi composta para a peça teatral "Última Hora", que está em cena no Teatro Nacional D. Maria II, sobre o conflito entre o velho e o novo jornalismo num ambiente de redação. O elenco conta com os atores Miguel Guilherme, Maria Rueff e José Neves, com encenação de Gonçalo Amorim a partir do texto de Rui Cardoso Martins. O saxofonista e teclista João Cabrita e o contrabaixista e pianista Filipe Rocha auxiliam Paulo Furtado nesta banda sonora. "Quando comecei a trabalhar na música para o Última Hora, pensei nesta peça de teatro como se fosse uma série: um tema principal, com variações, para a sua abertura; depois, senti necessidade de compor temas secundários, ambientes, separadores", contextualiza Tigerman em comunicado. 

 

Os Eels lançam hoje aquele que é já o 14º álbum da banda que o mentor E tem carregado às costas. O disco intitula-se "Extreme Witchcraft" e tem na produção John Parish (um dos músicos principais de PJ Harvey), que volta a trabalhar com E mais de vinte anos depois de "Souljacker". E repete a mesma sujidade de "Souljacker" neste "Extreme Witchcraft", sempre com a guitarra elétrica bem amplificada.

 

Os Jethro Tull têm mais um álbum para acrescentar à sua longa história de mais de 50 anos. "The Zealot Gene" sai hoje e é o primeiro álbum desde 2003 da banda do vocalista Ian Anderson, que tem sido o elo comum de décadas e décadas da banda britânica. 

 

O virtuoso da guitarra elétrica Steve Vai mostra as suas novas habilidades em "Inviolate". O instrumento para os seus numerosos solos é quase sempre a mesma guitarra, uma Gretsch. "Inviolate" é já o décimo álbum de Steve Vai.

 

Sai nesta sexta-feira o disco duplo de Beirut, "Artifacts", que é uma compilação que recupera as gravações antigas do mentor do projeto Zach Condon, ainda dos tempos em que era adolescente e experimentava sintetizadores. Esta viagem no tempo aos Beirut está separada por quatro partes.


 
Hoje saem também o álbum de estreia do cantor soul britânico Samm Henshaw, "Untidy Soul", e ainda os discos dos norte-americanos Pinegrove, "11:11", da cantora de eletropop dinamarquesa , "Motordrome", e da artista folk norte-americana Anaïs Mitchell, "Anaïs Mitchell". 

 

O álbum que permitiu a PJ Harvey saborear o segundo Mercury Prize da sua carreira (ainda hoje, um feito inédito), "Let England Shake", é reeditado nos vários formatos (CD, vinil e digital), acrescentado por uma dose de "Demos". Com um rock em giratória pelo planeta entre a folk inglesa e a música étnica de outras paragens, "Let England Shake", de 2011, foi o primeiro álbum mais político de PJ Harvey, com uma abordagem histórica, que se encafua nas trincheiras da Primeira Guerra Mundial.
 

 

Terminamos a revista de lançamentos desta sexta-feira com a banda sonora do documentário "Summer of Soul", sobre o Harlem Cultural Festival, o evento que decorreu na sombra do Festival de Woodstock e que contou com um cartaz de luxo de artistas afroamericanos, como Stevie Wonder, Nina Simone, B.B. King, Mahalia Jackson, Sly & The Family Stone, Abbey Lincoln & Max Roach, entre outros nomes. Editada em vários formatos (vinil, CD, digital), a banda sonora compila várias gravações ao vivo ocorridas no Harlem Cultural Festival e que fazem parte do documentário "Summer of Soul", realizado por Qestlove, que assumiu a recuperação do imenso arquivo de filmagens que esteve desaproveitado mais de 50 anos. Das 17 faixas ao vivo da banda sonora de "Summer of Soul", não consta nenhuma de Stevie Wonder.