Rui Reininho atua no Lux Frágil a 17 de março

O músico vai mostrar "20.000 Éguas Submarinas", o mais recente disco a solo.

Rui Reininho atua no Lux Frágil a 17 de marçoAfonso Sereno
Redação

Rui Reininho continua a mostrar o mais recente disco que editou a solo - o álbum "20.000 Éguas Submarinas", lançado em junho de 2021 via Turbina.

Entretanto, a data do concerto, que estava marcado para 20 de janeiro no Lux Frágil, foi alterada: o músico atua na sala lisboeta a 17 de março e o início do espetáculo está marcado para as 22h30. Os bilhetes adquiridos para 9 de dezembro de 2021 ou para 20 de janeiro de 2022 mantêm-se válidos para a nova data. Caso o público deseje a devolução dos bilhetes, o pedido de reembolso deve ser realizado através da Ticketline, entidade emissora dos mesmos.

Durante o mês de janeiro, Rui Reininho apresenta "20.000 Éguas Submarinas" em Espinho, no dia 22, e em Torres Vedras, no dia 29.

Em palco estarão cinco músicos: Rui Reininho (voz, percussão, gongos), Paulo Borges (teclados, eletrónica), que também coproduziu o disco, Alexandre Soares (guitarra elétrica), Pedro Oliveira (percussão) e Julius Gabriel (sopros).


 
"Além de Rui Reininho (vozes, gongos, taças e percussões) e Paulo Borges (piano, sintetizadores, programações e guitarras), '20.000 Éguas Submarinas' conta com a luxuosa participação de Alexandre Soares (Três Tristes Tigres, Osso Vaidoso), Pedro Jóia, Tiago Maia, Eduardo Lála, Ruca Rebordão, Moisés Fernandes, Daniel Salomé e Jacomina Kistemaker, grande referência para o disco", refere o comunicado de imprensa que chegou à redação na altura do lançamento do álbum.

"Gravado entre 2018 e 2020 na LastStep Studio (Almada), por Filipe Trigo, Renato Grilo e Paulo Borges, '20.000 Éguas Submarinas' foi misturado por Francisco Grilo, com assistência de Filipe Trigo, e masterizado por Miguel Pinheiro Marques (ARDA Recorders), garantindo portentosas ondas sonoras, que se apresentam vestidas por uma capa concebida pela EVOLI, a partir de uma pintura de Jorge Curval chamada Sub Ma Iris", continua a nota enviada à imprensa.