Ouça a Rádio Comercial em qualquer lado.
Faça o download da App.

Bruce Springsteen vende o seu reportório à Sony

500 milhões de dólares foi o valor do negócio entre o rocker e a editora.

Bruce Springsteen vende o seu reportório à Sony Greg Allen/Invision/Associated Press
Redação

A editora multinacional Sony Music tornou-se proprietária de toda a obra de Bruce Springsteen - os 20 álbuns de estúdio (de 1973 a 2020), os 23 discos ao vivo, os sete EPs, e outros temas avulsos - num negócio que atinge o valor de 500 milhões de dólares (cerca de 444 milhões de euros), segundo adianta a Billboard.

Além dos direitos sobre o reportório de Bruce Springsteen, a Sony tornou-se detentora dos respetivos masters.

Bruce Springsteen vinha sendo o proprietário dos direitos das suas próprias canções desde há cerca de 30 anos.

No catálogo de Bruce Springsteen, contam-se canções como 'Born in the U.S.A.', 'Dancing in the Dark', 'Born to Run', 'The River', 'Thunder Road', 'Badlands', entre muitas outras.

Desde dezembro de 2020 que se têm efetuado vendas milionárias de reportórios, como os casos de Bob Dylan, Neil Young, Tina Turner, Paul Simon ou David Guetta.