NO AR:

Valongo vence prémio Folha Verde da Europa 2022

Prémio reconhece as cidades que demonstrem um bom histórico ambiental e compromisso com a geração de crescimento verde.

LUSA
Redação / Agência Lusa

Valongo e Winterswijk (Países Baixos) foram as vencedoras do prémio Folha Verde da Europa 2022, hoje entregue em Lahti, na Finlândia, num concurso da Comissão Europeia destinado a cidades com menos de 100 mil habitantes.

Criado em 2014, o Prémio Folha Verde da Europa visa reconhecer as cidades que demonstrem um bom histórico ambiental e compromisso com a geração de crescimento verde, incentivar as cidades a desenvolver ativamente a consciencialização e o envolvimento ambiental dos cidadãos e identificar cidades capazes de atuar como um "embaixador verde", assim como encorajar outras a progredir em direção a melhores resultados de sustentabilidade, lê-se no regulamento do prémio.

O prémio, de 200 mil euros, destina-se a melhorar a sustentabilidade da cidade, acrescenta o mesmo documento.

O presidente da Câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro disse à Lusa que a verba que chegará com o prémio servirá para “continuar a manter os projetos” em curso promovidos pela autarquia.

José Manuel Ribeiro frisou que a distinção confere a Valongo até final de 2022, o estatuto de “embaixador verde”, cabendo-lhe, por isso, “estimular outros concelhos e territórios a fazer o mesmo pelo planeta, quer em Portugal quer na Europa”.

Bistri?a (Roménia), Elsinore (Dinamarca), Gavà (Espanha) e Treviso (Itália) foram as outras cidades concorrentes.

Valongo torna-se, assim, a segunda cidade portuguesa a vencer o prémio, depois de Torres Vedras, em 2015.