NO AR:

Papa Francisco enviou 15 mil gelados a reclusos

Os gelados foram entregues em duas prisões de Roma.

MAURIZIO BRAMBATTI / EPA
Redação

Num dos verões mais quentes em Itália o Papa Francisco decidiu enviar 15 mil gelados aos reclusos de duas prisões de Roma.

Os gelados foram entregues pelo Esmoleiro do Vaticano, Cardeal Konrad Krajewski, na prisão de Regina Coeli, no centro da cidade, e na prisão de Rebibbia, nos arredores de Roma.

Em comunicado, citado pelo "The Guardian", o Vaticano adianta que a doação foi um dos vários "pequenos gestos evangélicos" feitos durante o verão "para ajudar e dar esperança a milhares de pessoas nas prisões de Roma".

Em junho, cerca de 20 reclusos da prisão de Rebibbia fizeram uma visita aos Museus do Vaticano. Pequenos grupos de sem-abrigo também foram levados a ver "o mar ou o lago para uma tarde de relaxamento e jantar numa pizzaria".