Instituições de ensino superior disponibilizam mais 3.080 vagas para a primeira fase de acesso

Um aumento de 6%, com maior reforço no Porto e em Lisboa.

Instituições de ensino superior disponibilizam mais 3.080 vagas para a primeira fase de acesso
Agência Lusa

As instituições de ensino superior disponibilizaram mais 3.080 vagas ainda para a primeira fase do concurso nacional de acesso, em resposta ao número recorde de candidatos, a maioria no Porto e Lisboa.

Segundo os dados divulgados hoje pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, ao total de 52.963 vagas iniciais, somam-se agora cerca de três mil, o que representa um aumento de 6%.

Do total de 3.080 vagas, o maior reforço foi no Porto e em Lisboa: a Universidade do Porto vai ter mais 414 lugares disponíveis e outros 287 para o Politécnico, enquanto a Universidade de Lisboa tem um reforço de 368 e o Politécnico 199.

A Universidade do Algarve também está entre aquelas em que os candidatos têm agora maior probabilidade de entrar, com 250 vagas adicionais, à semelhança de Aveiro, que vai contar com mais 219.

O Ministério destaca também o aumento de 160 vagas nos cursos com maior concentração de melhores alunos. Só uma instituição - o ISCTE, em Lisboa – optou por não fazer qualquer reforço.

“O reforço de vagas agora definido resulta de um esforço de mobilização das instituições de ensino superior para responder ao apelo feito pelo Governo na sequência do elevado número de candidaturas à primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao ensino superior público”, justifica a tutela em comunicado.

Este ano, a primeira fase do concurso nacional de acesso às universidades e politécnicos contou com 63.878 candidaturas, mais 11 mil em comparação com as vagas disponibilizadas inicialmente e o maior número desde 1996.

O aumento excecional das vagas já tinha sido decidido em Conselho de Ministros na semana passada, na sequência de um parecer positivo da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior, cabendo depois às próprias instituições definir as vagas adicionais.

À semelhança do que aconteceu no ano passado pelo mesmo motivo, as vagas adicionais agora a concurso no regime geral de acesso resultam da transferência de vagas não ocupadas nos concursos especiais.

Estas vagas vão ser disponibilizadas ainda durante a primeira fase, cujo prazo de candidatura terminou em 20 de agosto e, por isso, será aberto um período excecional para os alunos poderem rever as suas preferências.

Entre terça-feira e quinta-feira, a plataforma de candidatura ‘online’, na página da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) (http://www.dges.gov.pt), vai reabrir para os que quiserem rever as suas opções de candidatura.

A lista atualizada das vagas a concurso para todos os 1.070 cursos será disponibilizada no mesmo ‘site’ até segunda-feira, onde também serão divulgados os resultados da 1.ª fase do concurso nacional de acesso no dia 27 de setembro.