NO AR:

Desconfinamento travado. Entrar e sair da AML só com teste negativo ou vacina

"Não existem condições para prosseguir o plano de desconfinamento previsto".

LUSA
Redação

O Governo fez novo ponto de situação da evolução da pandemina no país e anunciou que devido à incidência de casos “não existem condições para prosseguir o plano de desconfinamento previsto”, revelou a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, no final da reunião de Conselho de Ministros. Isto significa que não será feito o levantamento de mais medidas restritivas que estavam previstas para avançar no dia 28 de junho.

"Portugal encontra-se, neste momento, claramente na zona vermelha da nossa matriz, pelo que não existem condições para prosseguir o plano de desconfinamento que estava previsto", afirmou Mariana Vieira da Silva.

Há 25 concelhos com níveis de risco elevados e por isso vão recuar numa medida de desconfinamento. O horário de encerramento da restauração passa para as 22h30 nos seguintes concelhos:

Alcochete, Almada, Amadora, Arruda dos Vinhos, Barreiro, Braga, Cascais, Grândola, Lagos, Loulé, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odemira, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Vila Franca de Xira. 

Estes concelhos registaram, pela segunda semana consecutiva, uma taxa de incidência superior a 120 casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias (ou superior a 240 se forem concelhos de baixa densidade). Pode consultar AQUI as regras em vigor para estes concelhos. 

Há dois concelhos que recuam no desconfinamento e juntam-se a Sesimbra. Restaurantes e similares passam a encerrar às 15h30 e os supermercados às 19h00 ao fim-de-semana nos seguintes concelhos: Albufeira, Lisboa e Sesimbra.

O horário dos restaurantes e similares e do comércio vai recuar em Lisboa e Albufeira, passando a ter de encerrar às 15:30 aos fins de semana, juntando às regras que já vigoram em Sesimbra, disse hoje a ministra da Presidência.

A decisão de recuo no desconfinamento foi tomada hoje no Conselho de Ministros, implicando ainda, no caso daqueles três concelhos, que os supermercados e restantes retalho alimentar encerrem às 19:00 aos fins de semana.

Durante a semana, restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22:30, com as regras de lotação a determinarem um máximo de quatro pessoas por grupo no interior e de seis pessoas por grupo nas esplanadas.

Estes três concelhos registaram, pela segunda avaliação consecutiva, uma taxa de incidência superior a 240 casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias (ou superior a 480 se forem concelhos de baixa densidade). Pode consultar AQUI as regras em vigor nestes concelhos. 

Restrições na Área Metropolitana de Lisboa (AML) renovadas. Pode circular-se apenas com teste negativo ou vacina

O Governo renovou proibição de circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim-de-semana, mas há uma exceção: pode circular para fora da AML quem tiver um teste negativo ou certificado digital.

O resultado dos auto-testes comprados nas farmácias e supermercados não servem para poder circular para fora da AML. A ministra da Presidência, Mariana Viera da Silva adianta que apenas serão aceitas os testes PCR (resultado minimo de 72 horas) e os antigénio (com minimo de 48 horas). 

Governo prolongou hoje a situação de calamidade em Portugal continental até 11 de julho, no âmbito do combate à pandemia de covid-19, anunciou a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

"O Conselho de Ministros aprovou hoje a resolução que prorroga a situação de calamidade em todo o território nacional até às 23:59 do próximo dia 11 de julho e que altera as medidas aplicáveis a determinados concelhos no âmbito da situação de calamidade", afirmou Mariana Vieira da Silva, na conferencia de imprensa realizada após o Conselho de Ministros.

A situação de calamidade, nível de resposta a situações de catástrofe mais alto previsto na Lei de Base da Proteção Civil, entrou em vigor a 01 de maio e tem sido renovada quinzenalmente.

A atual situação de calamidade termina às 23:59 de domingo.