Itália é a grande vencedora da Eurovisão 2021

'Zitti e Buoni' foi a canção vencedora da final que se disputou esta noite em Roterdão. 'Love Is On My Side', dos The Black Mamba, conseguiu o 12º lugar.

Itália é a grande vencedora da Eurovisão 2021
Redação


Vinte e seis países competiram esta noite na final do 65.º Festival Eurovisão da Canção, em Roterdão, nos Países Baixos, com Portugal a ser representado pelos The Black Mamba com o tema 'Love is on My Side'. 

A grande vencedora da noite de todas as decisões foi a Itália com 'Zitti e Buoni', canção interpretada pelos Måneskin. Os italianos receberam 524 pontos.

A França segurou o segundo lugar, com 499 pontos. A Suíça conseguiu a terceira posição com 432 pontos.

 

 



Portugal, que subiu na casa das apostas na última semana para o 8º lugar, classificou-se 12º em lugar com 153 pontos, soma da votação do júri dos vários países e do televoto por parte do público.

A 65.ª edição do Festival Eurovisão da Canção teve 39 países em competição, mas à final apenas chegaram 26, dos quais 20 foram apurados em duas semifinais, que decorreram na terça e na quinta-feira. Na primeira semifinal passaram à final: Lituânia, Rússia, Suécia, Chipre, Noruega, Bélgica, Israel, Azerbaijão, Ucrânia e Malta.

Portugal, Albânia, Sérvia, Bulgária, Moldávia, Islândia, São Marino, Suíça, Grécia, e Finlândia foram os escolhidos na segunda semifinal.

A estes 20 países, juntaram-se na final os chamados ‘Cinco Grandes’ (França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido) e o país anfitrião (Países Baixos).

O Reino Unido foi o único país que terminou com zero pontos.

Portugal participou no Festival Eurovisão da Canção pela primeira vez em 1964, tendo, entretanto, falhado cinco edições (em 1970, 2000, 2002, 2013 e 2016).

Entre 2004 e 2007, inclusive, e em 2011, 2012, 2014, 2015 e 2019, Portugal falhou a passagem à final.

Portugal venceu pela primeira e única vez o concurso em 2017, com o tema “Amar pelos dois”, interpretado por Salvador Sobral e composto por Luísa Sobral. Na sequência da vitória, Lisboa acolheu, no ano seguinte, a competição.