NO AR:

1 concelho recua no desconfinamento, 4 mantêm-se e outros 4 avançam para última fase

Governo anunciou que o concelho de Cabeceiras de Basto vai ter de recuar no desconfinamento.

Redação / Agência Lusa

O Governo anunciou, esta quinta-feira à tarde, que apenas o concelho de Cabeceiras de Basto não vai continuar na última fase de desconfinamento. Este concelho vai recuar para a terceira fase, a de 19 de abril, devido ao número de casos de infeção que foram registados ao longo da última semana. 

A partir de agora, a avaliação do risco dos concelhos que determina o nível de desconfinamento passa a ser feita semanalmente. Na semana passada, o primeiro-ministro tinha anunciada que 27 concelhos que tinham avançado para a última fase poderiam esta semana recuar. Assim sendo, apenas o concelho de Cabeceiras de Basto não vai poder continuar na quarta fase do desconfinamento. 

Há ainda quatro concelhos que ficam na fase em que estão: Carregal do Sal e Resende permanecem na segunda fase. O concelho de Paredes fica na terceira fase e as duas freguesias de Odemira vão continuar na primeira fase do desconfinamento. Mantém-se a cerca sanitária que foi decretada há uma semana nas freguesias de São Teotónio e Longueira/Almograve.

Miranda do Douro, Aljezur, Portimão e Valongo que estavam em fases anteriores vão poder agora avançar para a última fase do desconfinamento que tinha sido aplicada à maioria do país há uma semana. 

A ministra da Presidência revelou ainda que há agora 23 concelhos que estão em alerta devido ao número de casos por 100 mil habitantes, 17 já estavam em risco há uma semana e seis juntam-se agora a esta lista. São concelhos que deverão ter especial atenção porque caso mantenham o nível de incidência de casos na próxima semana poderão recuar no desconfinamento. 

São eles: Alpiarça, Alvaiázere, Arganil, Beja, Castelo de Paiva, Coruche, Fafe, Figueiró dos Vinhos, Fornos de Algodres, Golegã, Lagos, Lamego, Melgaço, Oliveira do Hospital, Paços de Ferreira, Penafiel, Peniche, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Santa Comba Dão, Tábua, Vale de Cambra e Vidigueira

"Queria referir que o que temos esta semana são nove concelhos a sairem da situação de alerta e seis a entrarem, o que no fundo simboliza a situação de melhoria geral que temos no país", referiu Mariana Vieira da Silva. 

FASE 1 - 15 MARÇO - Regras que se aplicam a estas freguesias

Freguesias de São Teotónio e Longueira/Almograve (Odemira)

FASE 2 - 5 ABRIL - Regras que se aplicam a estes concelhos

Carregal do Sal 

Resende 

FASE 3 - 19 DE ABRIL -Regras para estes concelhos 

Cabeceiras de Basto 

Paredes

Fase 4 - 1 DE MAIO - Regras em vigor 

Todos os restantes concelhos do país