Mulher mais velha do mundo prepara-se para transportar a tocha olímpica

a japonesa Kane Tanaka tem 118 anos e vai transportar a chama olímpica durante 100 metros.

Agência Lusa
05 março 2021, 17:12

A mulher mais velha do mundo, a japonesa Kane Tanaka, prepara-se para transportar a tocha olímpica dos Jogos Tóquio2020, adiados para 2021, tornando-se também, aos 118 anos, a pessoa mais velha a fazê-lo.

Segundo a CNN, que hoje divulgou uma entrevista com a centenária, nascida em 02 de janeiro de 1903, Tanaka transportará a chama olímpica durante 100 metros, quando passar na região natal de Fukuoka, com um dos netos a ajudá-la, uma vez que se movimenta de cadeira de rodas.

Ainda que a participação esteja limitada às condições meteorológicas do dia exato no mês de maio, bem como do estado de saúde e da pandemia de covid-19, Tanaka está determinada a ultrapassar a brasileira Aida Gemanque, a detentora do recorde, nos Jogos do Rio2016, com 106 anos.

A viagem da tocha olímpica por território nipónico tem arranque marcado para 25 de março, em Fukushima, e estará marcada por fortes restrições sanitárias devido à pandemia, com os participantes monitorizados duas semanas antes de participarem e os adeptos encorajados a assistir de casa, pela televisão ou pela Internet.

A cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 está marcada para 23 de julho deste ano, com a prova a estender-se até 08 de agosto.