Morreu Alfredo Quintana, guarda-redes do FC Porto

O guarda-redes luso-cubano estava internado depois de sofrer uma paragem cardiorrespiratória.

Facebook de Alfredo Quintana
Redação
26 fevereiro 2021, 13:38

Alfredo Quintana, guarda-redes de andebol do FC Porto, morreu esta sexta-feira, às 12h00, no Hospital São João, no Porto, depois de ter sofrido uma paragem cardiorrepiratória na segunda-feira (22 de fevereiro) durante um treino de descompressão em que jogava futsal.

O Futebol Clube do Porto confima a notícia no site e nas redes sociais, escrevendo que o guarda-redes será sempre lembrado como um dragão.

 

 

Quintana, ia completar 33 anos a 20 de março, nasceu em Havana, Cuba. Chegou ao FC Porto em 2010, onde se tornou uma grande referência.

Foi campeão pelos portistas em 2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2019, ano em que ganhou também a Taça de Portugal e a Supertaça, que também tinha conquistado em 2010 e 2014.

O atleta de 2,01 metros naturalizou-se português e tornou-se internacional em 2014, através do selecionador Rolando Freitas. Representou o país em 66 jogos e marcou 10 golos.

O luso-cubano fez parte da seleção portuguesa de andebol que conquistou o 10.º lugar no Mundial do Egito, este ano. 

Quintana ajudou assim a seleção nacional de andebol a conseguir a sua melhor classificação de sempre.