Start-up criou coleira inteligente que diz aos donos o que os cães estão a sentir

Uma empresa sul-coreana passou vários anos a estudar os diferentes latidos e criou uma forma de dar ?voz? aos amigos de quatro patas.

Tânia Paiva
25 fevereiro 2021, 11:45

Quem tem cães diz muitas vezes que ?só lhes falta falar?, mas que ainda assim as expressões, o olhar e o comportamento são suficientes para os donos entenderem o que estes companheiros estão a sentir. 
No entanto, uma start-up sul coreana quis ir mais longe e conseguiu criar uma coleira que identifica pelo menos cinco emoções destes amigos de quatro patas: se estão felizes, relaxados, ansiosos, com raiva ou tristes. A informação é dada aos donos através de uma aplicação para o telemóvel que também permite monitorizar a atividade física e o descanso dos cães. 

 

A coleira Petpuls já está no mercado, o preço ronda os 80 euros e é fruto de um trabalho que começou há cerca de três anos. Em 2017 esta empresa da Coreia do Sul começou a recolher o som dos diferentes tipos de latidos para analisar as emoções que estavam associadas e acabou por criar um algoritmo baseado em mais de 10 mil amostras de 50 raças de cães. 

"Este dispositivo dá uma voz aos cães para que os humanos possam entender", disse à agência Reuters Andrew Gil, um dos responsáveis da Petpuls
Andrew Gil diz que ?há cada vez mais pessoas a adotarem cães, mas infelizmente algumas acabam por os abandonar devido a problemas de comunicação e por isso esta coleira pode ter um papel importante para criar vínculos? entre os donos e os cães. 

Foi testada pela Universidade de Seul que considerou que a coleira tem uma taxa de precisão média de 90% a reconhecer as emoções destes animais. A empresa diz que este dispositivo é o primeiro a ser equipado com tecnologia de reconhecimento de voz com recurso a Inteligência Artificial.