NO AR:

Vídeo: Bombeiro alimenta doente enquanto a ambulância está na fila para urgência dos Covões

As filas de ambulâncias à porta dos hospitais têm sido recorrentes nos últimos dias. Lá dentro os bombeiros fazem o que podem para ajudar os doentes.

Redação

A pressão dos hospitais tem sido muito grande e ao longo dos últimos dias são muitas as imagens e vídeos que mostram as filas de ambulâncias à porta de hospitais de norte a sul do país.

O vídeo que mostramos é o de um bombeiro da corporação de Miranda do Corvo que está a alimentar um doente de 80 anos, com sintomas de Covid-19, que espera há seis horas dentro de uma ambulância para poder entrar nas urgências do Hospital dos Covões, em Coimbra.

Os bombeiros relatam várias horas de espera (quatro a cinco horas) para conseguirem deixar os doentes nas urgências.

Sobre este caso em concreto, o Comandante dos bombeiros de Miranda do Corvo, Fernando Jorge, explicou-nos que a comida que o bombeiro deu ao doente (diabético) era a comida que o hospital tinha dado para os bombeiros comerem.

 

(informação atualizada às 17h08)