Lil Wayne arrisca pena de prisão de dez anos

Rapper é acusado novamente de posse ilegal de arma de fogo.

Redação
18 novembro 2020, 11:01

Lil Wayne está formalmente acusado de posse ilegal de arma de fogo pelo procurador do estado norte-americano da Florida. Foi detetada uma pistola numa rusga policial ao avião onde viajava o rapper, em 23 de dezembro de 2019, num aeroporto de Miami.

Em caso de condenação, Lil Wayne arrisca uma pena de prisão que pode ir até aos dez anos, devido à reincidência deste crime. Em 2010, o rapper tinha sido condenado a um ano de prisão por posse de uma pistola semi-automática (que estava carregada). O artista, de nome civil Dwayne Carter, tinha confessado o transporte da arma no seu autocarro de digressão.

Abordado pelo TMZ, o advogado de Lil Wayne, Howard Srebnick, desvaloriza esta recente acusação, por defender que a arma não estava a ser utilizada pelo seu cliente. "Não há qualquer alegação de que ele a disparou", ou que "seja considerado uma pessoa perigosa". O advogado refere que esta acusação decorre do facto do músico estar proibido em ter em sua posse uma arma de fogo, derivado da condenação em 2010.