Dead Combo adiam concertos até ao final de novembro por motivos de saúde

Tó Trips e Pedro Gonçalves anunciaram o adiamento dos concertos previstos até novembro. Digressão de despedida dos palcos vai estender-se até 2021.

Dead Combo adiam concertos até ao final de novembro por motivos de saúdeLuís Mileu/Cortesia LiveCom
Redação



Os Dead Combo adiaram os concertos que estavam marcados até ao mês de novembro no âmbito da digressão de despedida dos palcos. O anúncio foi feito esta segunda-feira nas contas oficiais do duo português. 

Segundo o comunicado divulgados nas redes sociais, o adiamento prende-se com o facto de Pedro Gonçalves estar a "iniciar um novo ciclo de tratamentos para combater a doença oncológica contra a qual luta há cerca de dois anos".

"Infelizmente, os Dead Combo vêem-se na obrigação de adiar todos os espetáculos agendados até final do próximo mês de novembro. O Pedro Gonçalves iniciou um novo ciclo de tratamentos para combater a doença oncológica contra a qual luta há cerca de 2 anos e, por conselho médico, vamos adiar para 2021 todos os espetáculos previstos para os próximos meses. Aos municípios e teatros envolvidos e, aos fãs dos Dead Combo o nosso pedido de desculpas! Em articulação com as respectivas direções artísticas e responsáveis municipais, procuraremos encontrar novas datas para a realização destes espectáculos durante o próximo ano que, serão divulgadas em breve. Aquando da comunicação das novas datas, serão também comunicadas as regras relativas à validade dos bilhetes adquiridos para estes espetáculos. Em consequência deste novo impedimento e do adiamento de diversos espetáculos devido à Pandemia provocada pelo Covid 19, os Dead Combo decidiram prolongar a tour Fim que, marca o final da história da banda, até final do ano de 2020", refere o comunicado assinado por José Morais, manager dos Dead Combo.