Há mais salas de cinema abertas a partir de hoje

Exibidoras NOS e Cinema City reabrem salas esta quinta-feira

Redação / Agência Lusa
02 julho 2020, 11:03

As exibidoras NOS Cinemas e NLC -- Cinema City reabrem as suas salas de cinema, com novos procedimentos para clientes e medidas de segurança, depois de mais de três meses encerradas por causa da covid-19.

A NOS Cinemas, que lidera o mercado da exibição comercial em Portugal, com 219 das 537 salas de cinema disponíveis, anunciou que reabrirá 209 salas em todo o país, um mês depois da data permitida para o fazer (01 de junho), no âmbito do plano de 'desconfinamento' anunciado pelo Governo.

Na vertente de distribuição cinematográfica, a NOS Audiovisuais já tinha revelado a reposição de alguns filmes, nomeadamente de Christopher Nolan, antecedendo a estreia de "Tenet", em agosto, e a estreia de títulos como "A Verdade", de Hirokazu Koreeda, "Wasp Network-Rede de Espiões", de Olivier Assayas, e vários filmes portugueses. Para agosto, confirma a estreia de "Mulan".

Por causa das medidas de contenção da covid-19, as salas de cinema em Portugal encerraram em março e só puderam reabrir a 01 de junho, mas apenas algumas o fizeram, nos primeiros dias do mês, como foram os casos das salas independentes Cinema Ideal e Nimas, em Lisboa, ou cinema Trindade, no Porto.

Entre as maiores exibidoras, a reabertura foi sendo feita de forma parcial, com a UCI a reabrir as salas UCI Arrábida, em Vila Nova de Gaia, e a Castello Lopes a retomar inicialmente apenas em Guimarães e Torres Novas.

A Cineplace apenas anunciou reabertura na Guarda.

Segundo o ICA, na primeira quizena de junho, foram exibidos 48 filmes em sala, vistos por 4.644 espectadores, que deram origem a cerca de 22 mil euros de resultado de bilheteira.

Antes da covid-19, a média mensal de assistência nas salas de cinema rondava um milhão de espectadores.