FPF renova com Fernando Santos até 2024

Fernando Santos, de 65 anos, chegou à seleção em setembro de 2014 e levou Portugal à conquista do Europeu de França, em 2016.

Redação / Agência Lusa
16 junho 2020, 16:43

O técnico Fernando Santos, que levou Portugal à conquista do Euro2016, renovou contrato com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e vai continuar como selecionador nacional até 2024, anunciou hoje o organismo.

"O novo vínculo entre a FPF e Fernando Santos e a sua equipa técnica vigorará até 2024 e o selecionador nacional participará, até lá, na fase final do Euro2020, na qualificação para a segunda edição da Liga das Nações, em que defende os dois títulos conquistados por Portugal, além das qualificações para o Mundial2022 do Qatar, Liga das Nações 2023 e Euro2024", lê-se no site oficial.

Fernando Santos, de 65 anos, chegou à seleção em setembro de 2014 e levou Portugal à conquista do Europeu de França, em 2016, e da primeira edição da Liga das Nações.

"Para nós, é um privilégio servir Portugal e o futebol português. É isso que vamos procurar continuar a fazer na mesma medida em que o temos feito, sempre com uma ambição, que é ganhar. Desde que chegámos foi a isso que nos propusemos. Sabemos que não vamos poder ganhar tudo, seguramente, mas lutar para ganhar tudo", afirmou Fernando Santos, em declarações divulgadas pela FPF.

O técnico assumiu que este deverá ser o seu último contrato como selecionador português e lembrou seis anos de "grande sucesso".

"Isso ninguém pode contrariar. Sucesso inequívoco para a FPF no seu todo. Agora, como sempre disse, sozinhos não vamos ganhar, mas continuo a ter a certeza de que nós todos, aqueles que sempre fizeram parte disto e vão continuar a fazer, e os novos que virão a fazer parte de tudo isto, vamos continuar a dar sucessos e alegrias ao povo português", disse.

Também em declarações publicada no site oficial da FPF, o líder federativo, Fernando Gomes, explicou que o processo de renovação "foi muito fácil", devido ao sucesso que foi alcançado desde que Fernando Santos 'pegou' na seleção portuguesa.

"Quando, em 2014, assinámos o contrato para estabelecer a relação com o Fernando Santos eu disse que era um lugar que ele desejava, que queria muito. Passados seis anos e depois de tudo aquilo que passámos em conjunto, acho que este é um lugar que o Fernando Santos merece por aquilo que deu à seleção nacional e ao futebol português", referiu o dirigente.

Depois de quatro anos como selecionador da Grécia, Fernando Santos chegou à equipa de Portugal para render Paulo Bento e obteve a qualificação para Euro2016, que viria a conquistar, com um triunfo por 1-0 na final sobre a anfitriã França.

No ano seguinte, a seleção portuguesa participou pela primeira vez na Taça das Confederações, que decorreu na Rússia, tendo alcançado o terceiro lugar, e garantiu a qualificação para o Mundial2018.

Outra vez na Rússia, Portugal acabou eliminado pelo Uruguai (2-1), nos oitavos de final.

Pela primeira vez com o estatuto de detentora do título, a seleção nacional obteve o apuramento para a fase final do Euro2020, que vai decorrer pela primeira vez em 12 cidades de 12 países, mas o torneio, agendado para junho e julho deste ano, acabou por ser adiado para 2021, devido à pandemia da covid-19.