Raphaël Guerreiro volta a marcar

Na semana passada o internacional português tinha anotado dois golos na goleada sobre o Schalke.

Agência Lusa
23 maio 2020, 19:23

 O internacional português Raphaël Guerreiro marcou hoje pelo segundo jogo seguido na Liga alemã de futebol, após a paragem provocada pela pandemia de covid-19, e contribuiu para a vitória por 2-0 do Borussia Dortmund em Wolfsburgo, na 27.ª jornada.

Guerreiro, que na semana passada tinha anotado dois golos na goleada sobre o Schalke 04 (4-0), inaugurou o marcador aos 32 minutos, antes de o marroquino Achraf Hakimi selar o triunfo, aos 78, num encontro no qual os ‘lobos' terminaram reduzidos a 10 elementos, por expulsão de Felix Klaus, aos 82.

Numa ronda em que está a ser respeitado um minuto de silêncio em memória das vítimas do novo coronavírus, o internacional luso apontou o oitavo golo na Bundesliga esta época, alcançando, desta forma, a melhor marca pessoal numa temporada, desde que em 2012/13 se estreou no futebol profissional, ao serviço do Caen.

O Dortmund, que somou a sexta vitória seguida na prova, a segunda desde que o recomeço, consolidou o segundo posto, com 57 pontos, menos um do que o líder Bayern Munique, que hoje recebe o Eintracht Frankfurt, e aproveitou para se distanciar do terceiro lugar, que agora está na posse do Bayer Leverkusen.

Os ‘farmacêuticos' venceram por 3-1 em Mönchengladbach e ‘roubaram' o último lugar do pódio ao Borussia local, graças a um ‘bis' do prodígio Kai Havertz, aos sete e 58 minutos, este último de grande penalidade, e a um golo de Lars Bender, aos 81.

Pelo meio, aos 52 minutos, o francês Marcus Thuram ainda empatou a partida, que contou com uma assistência no mínimo original: perante a impossibilidade de haver adeptos nos estádios, o ‘Gladbach' preencheu parte das bancadas do seu recinto com 13.000 fotografias em cartão de adeptos do clube.

O Friburgo falhou o ‘assalto' ao sexto lugar, ao perder por 1-0 na receção ao penúltimo colocado, Werder Bremen, que não vencia desde janeiro, com Leonardo Bittencourt a marcar o único golo da partida, aos 18 minutos.

Apesar de parecer cada vez mais ‘condenado' à despromoção, o lanterna-vermelha Paderborn conseguiu um empate 1-1 na receção ao Hoffenheim, depois de ter estado em desvantagem.