Thom Yorke no Nos Alive 2019!

 

 

THE SMASHING PUMPKINS, THE CURE, THOM YORKE E BON IVER NO NOS ALIVE'19!

 
O NOS Alive acaba de revelar os primeiros nomes da próxima edição! No palco NOS há The Cure, dia 11 de julho, e The Smashing Pumpkins, no dia 13. Nesse mesmo último dia de festival, Thom Yorke, vocalista dos Radiohead, sobe ao palco Sagres, a mesma noite em que Bon Iver promete arrebatar a multidão no Palco NOS.
 
 
THOM YORKE

 

Thom Yorke, um dos mais cobiçados nomes pelo público português, acaba de confirmar presença na 13.ª edição do NOS Alive. Juntamente com o seu produtor e colaborador de longa data Nigel Godrich e o artista visual Tarik Barri, o vocalista britânico vai subir ao Palco Sagres, dia 13 de julho para apresentar os seus trabalhos a solo desde The Eraser e Tomorrow’s Modern Boxes assim como Atom’s For Peace AMOK. Thom Yorke alcançou o sucesso como vocalista da banda britânica Radiohead.

 
THE SMASHING PUMPKINS
 

Os The Smashing Pumpkins, banda lendária de rock alternativo, vão subir ao palco NOS dia 13 de julho, dia que encerra a 13.ª edição do NOS Alive. A banda traz ao Passeio Marítimo de Algés a celebração do novo longa duração “Shiny and Oh So Bright, Vol. 1 / LP: No Past. No Future. No Sun”, que é o primeiro trabalho de estúdio do grupo em 18 anos, que reúne os membros fundadores Billy Corgan, James Iha, Jimmy Chamberlin e o guitarrista de longa data Jeff Schroeder.

O novo álbum, gravado nos estúdios Shangri La com o lendário produtor Rick Rubin, foi elogiado pela Q Magazine com uma crítica de quatro estrelas, tendo inclusive o single called “Silvery Sometimes (Ghosts)”, sido considerado como uma das melhores músicas da carreira dos The Smashing Pumpkins. Para uma banda que afirma “No Past. No Future”, “o presente assenta-lhes extremamente bem”, salienta a publicação.

 
THE CURE 

A banda lendária, liderada pelo vocalista Robert Smith, inaugura com chave de ouro o festival do Passeio Marítimo de Algés, dando início a três extraordinários dias de música. Sem sombra de dúvida, na lista das melhores bandas de indie rock, os The Cure editaram, com grande sucesso 13 álbuns de estúdio de enorme influência, incluindo “Pornography”, “Kiss Me, Kiss Me, Kiss Me”, “Disintegration”, “Wish” e “Bloodflowers”, com um álbum agendado para ser lançado em 2019. A banda arrecadou vários prémios e nomeações desde 1978, das mais prestigiantes distinções da indústria, tais como os Brit Awards, Grammy Awards, Ivor Novello Awards e os MTV Awards.

A banda The Cure, formada em Sussex, Inglaterra, em 1978, já contou com 13 membros ao longo de 40 anos, hoje em dia cinco permanecem: Robert Smith (vocalista e guitarras), Simon Gallup (baixo), Jason Cooper (bateria), Roger O'Donnell (teclado) e Reeves Gabrels (guitarras). Os The Cure vão tocar mais de duas horas de música, com um alinhamento desenhado com o extenso catálogo de músicas, que inclui os sucessos internacionais como “Boys Don’t Cry”, “Close To Me”, “Just Like Heaven”, “Lovesong” e “Friday I’m In Love”. O concerto contará ainda com alguns dos temas preferidos dos fãs incondicionais, tais como “A Forest”, “Push”, “Pictures Of You”, “From The Edge Of The Deep Green Sea” e “The End Of The World”, assim como algumas surpresas.

Um enorme espetáculo a não perder dia 11 de julho no NOS Alive’19.

 
 
BON IVER

A banda de folk norte-americana, liderada e fundada por Justin Vernon, junta-se ao alinhamento, com uma atuação na última noite do festival, dia 13 de julho, no Palco NOS. Os três discos editados, “For Emma, Forever Ago”, “Bon Iver, Bon Iver” e “22, A Million”, foram alvo de fortes elogios por parte da crítica especializada e dos fãs, com muitos dos temas a rodarem nas principais rádios mundiais, como é o caso de “Skinny Love”, “Holocene” ou "33 'God'". Com apenas três trabalhos de estúdio, Bon Iver já arrecadou dois Grammy nas categorias “Best Alternative Music Album" e “Best New Artist”.

O terceiro álbum “22, A Million” representou um enorme marco, com uma clara mudança estilística, onde as guitarras acústicas são trocadas por teclados e sintetizadores, abandonando toda a essência folk. O disco foi alvo de elogios pela prestigiada publicação Pitchfork, que os colocou ao nível de Radiohead: “O primeiro album de Bon Iver em cinco anos toma um rumo inesperado em direção ao estranho e experimental. No entanto, por trás das falhas organizadas e das vozes processadas, existem canções profundas e sentidas sobre a incerteza”. Existe uma magia em cada espectáculo de Bon Iver que todos os fãs irão presenciar dia 13 de julho no Passeio Marítimo de Algés.

 
 
 
 
 

 

 

 

PALCO NOS

11 DE JULHO
The Cure
12 DE JULHO
13 DE JULHO
Bon Iver
Smashing Pumpkins
PALCO SAGRES

11 DE JULHO
Jorja Smith
SHARON VAN ETTEN
12 DE JULHO
Tash Sultana
Pip Blom
13 DE JULHO
Thom Yorke

Recomendamos

Back to Top