'Toda a gente acha que a sua verdade é melhor que a verdade do outro'

Anselmo Crespo é diretor de informação da TVI e esteve no Era o Que Faltava.

Anselmo Crespo, filho da Martinela, aldeia junto a Leiria. Sabe o que é ser festeiro? Ele também foi. Mas, hoje em dia, a festa é outra: é diretor de informação da TVI. Deu o corpo às balas como jornalista com apenas 18 anos no jornal da sua cidade natal, Notícias de Leiria; passou pela SIC, foi subdiretor da TSF e hoje, aos comandos de uma redação, procura “informação popular, mas não voyeurista”. 

As ameaças ao jornalismo são contantes, mas para o diretor de informação da TVI, “o problema está identificado”. Por um lado, “há um problema de modelo de negócio”, as pessoas “compram menos jornais, ouvem menos rádio na forma tradicional, veem cada vez menos televisão, na forma tradicional”. Não significa que deixem de consumir este tipo de conteúdos, pelo contrário, “o problema é, como é que isto paga o jornalismo? Como é que isto paga a sustentabilidade das empresas de comunicação social?”. 

Por outro lado, o problema vem da “nova realidade com que nós todos estamos a conviver, tem a ver com a desinformação”. Anselmo Crespo diz, “toda a gente sabe sobre tudo, toda a gente é epidemiologista, toda a gente é politólogo, toda a gente é economista”, no fundo, “toda a gente acha que a sua verdade é melhor que a verdade do outro”. É este fenómeno que “origina os médicos pela verdade, os jornalistas pela verdade, que vão angariando algumas pessoas que têm uma perspetiva muito limitada do mundo”. Este tipo de plataformas, “vai ganhando, infelizmente, cada vez mais adeptos e isso faz com que seja uma ameaça ao jornalismo”. 

Pode ouvir a conversa completa aqui!

Vídeos Mais Recentes Ver Todos

12-04-2021
Estou Bem by Vasco Palmeirim
09-04-2021
Soraia Tavares - A beleza vai mudar o mundo
08-04-2021
Cachorro invade frigorífico para se manter fresco!
24-03-2021
New York, New York Carneiro