Ouça a Rádio Comercial nas nossas Apps

Buzz Lightyear: A primeira epopeia espacial da Pixar

O primeiro filme da Pixar para IMAX chega aos cinemas com a Rádio Comercial

 
 
 
Passaram à velocidade da luz 27 anos sobre a estreia de “Toy Story: Os Rivais”, o primeiro de quatro filmes sobre brinquedos que ganhavam vida quando os humanos não estavam por perto. Foi assim que conhecemos o Senhor Cabeça de Batata, a Bo Beep e o Buzz Lightyear, que veio destronar o cowboy Woody do lugar de brinquedo preferido do miúdo Andy.
 
O destemido astronauta de plástico esteve nos quatros filmes “Toy Story” entre 1995 e 2019. A revista britânica de cinema Empire  colocou Buzz Lightyear no 94º lugar entre as 100 personagens de cinema de sempre. Os seus leitores elegeram-no como a sua figura preferido do universo da Pixar que inclui o Sr. Incrível de “The Incredibles: Os Super-Heróis”, o Remy de “Ratattouille” ou a Dory de “À Procura de Nemo”.
 
O novo título da Pixar afasta-se do conforto do imaginário de “Toy Story” e segue em direção ao Espaço, para entrar no mundo que deu origem ao brinquedo que apaixona gerações. “Buzz Lightyear” é o filme que inspira a réplica do Ranger do Espaço.  Finalmente, é possível perceber como é que este astronauta conquistou o humano Andy.
 
Realizado por Angus McLane (“À Procura de Dory”), “Buzz Lightyear” conta a história do lendário Ranger do Espaço depois deste ser abandonado num planeta hostil a 4,2 milhões de anos-luz da Terra, juntamente com o seu comandante e a sua tripulação. Enquanto Buzz tenta encontrar um caminho de volta para casa, através do espaço e do tempo, junta-se a ele um grupo de ambiciosos recrutas e o seu charmoso animal de companhia, um gato robot chamado Sox. Juntos, enfrentam a ameaça de Zurg, uma presença imponente com um exército de robots implacáveis e intenções misteriosas.
 
A Rádio Comercial marcou presença numa conferência de imprensa realizada à distância com o realizador, o compositor e a produtora, bem como com alguns dos atores do elenco de vozes. Nenhum dos intérpretes dos quatro filmes anteriores volta. Buzz Lightyear tem uma nova voz, a de Chris Evans. O ator revelou neste encontro com a imprensa via Zoom, o seu amor pela personagem. “Adoro o Buzz Lightyear e o ‘Toy Story’ que, na altura, revolucionou a abordagem à animação e fiquei entusiasmado com a ideia de que havia mais para vir”. Mas quando se falou na frase que marca a personagem a quem dá voz, Chris Evans revela que nunca considerou como sua a expressão “Até ao Infinito e mais além” . “Dei o meu melhor para honrar o legado da frase e até tentei dar-lhe um cunho mais pessoal mas, sejamos honestos, a máxima é do Tim Allen [dos filmes originais]”.
 
A produtora Galyn Susman  justifica a troca. “Tim Allen é a persononificação de Buzz Lightyear, o brinquedo e não estávamos a fazer um filme de ‘Toy Story’ e sim sobre o Buzz. Por isso é que precisávamos de arranjar uma nova voz. E queríamos alguém que soubesse fazer drama e comédia. Que já tivesse experiência”. Depois de uma longa lista de atributos necessários para a personagem, a Pixar só se lembrou de um nome: Chris Evans, o “Capitão América” dos filmes da Marvel Studios.
 
“Buzz Lightyear” tem aparecido nas notícias por ter sido banido em 14 países por causa de um beijo entre duas mulheres. Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito, Indonésia, Líbano e Malásia não vão exibir o filme por causa das suas políticas recriminatórias sobre os direitos LGBTQI+. O beijo que surge no filme “é um reflexo do mundo em que vivemos. A ficção científica foi sempre uma forma de mostrar sociedades mais plurais”, defende Angus MacLane que refere “O Caminho das Estrelas” como um exemplo a seguir como programa que defende a diversidade.  
 
Já Taika Watiti elogia a forma como a Pixar conta as suas histórias. Ele é Mo Morrison, um dos jovens recrutas que vai ajudar o Ranger do Espaço a cumprir a sua missão. “A Pixar faz uma busca implacável por uma grande história e, muitas vezes, recorro aos seus filmes para perceber como são económicos na narrativa e como acertam sempre”.
 
A veterana Dale Soules de “Orange Is the New Black” destaca a forma como este filme “mostra o valor da amizade, do respeito e da lealdade”.
 
“Buzz Lightyear” da Pixar é um filme empolgante, uma animação incrível e explora os limites do possível e da imaginação. Mistura ação com emoção e mostra como se pode descobrir a amizade e a coragem nos sítios e nas pessoas mais inesperadas.   
 
Elenco original de vozes: Chris Evans como Buzz Lightyear, Uzo Aduba, Alisha Hawthorne , Peter Sohn, Keke Palmer, Taika Waititi e Dale Soules
 
Elenco português de vozes: Tiago Retrê, Ana Sofia Martins, Sabri Lucas, Martinho Silva, Angie Costa
 
Realizado por Angus MacLane (co-realizador de “À Procura de Dory”)
 
Banda sonora de Michael Giacchino (“The Batman”, “Up - Altamente!”)   
PUB (0:)