13 detidos por possível envolvimento nos atentados no Sri Lanka

O primeiro-ministro do Sri Lanka confirma que os suspeitos são nacionais, mas os investigadores não descartam "ligações com o estrangeiro".

EPA
21 de abril de 2019 às 17:2213 detidos por possível envolvimento nos atentados no Sri Lanka

Treze pessoas foram detidas por suspeitas de envolvimento na vaga de atentados que atingiu hoje o Sri Lanka e fez, pelo menos, 207 mortos, avança a BBC, depois do primeiro-ministro, Ranil Wickremesinghe ter anunciado a detenção de oito suspeitos.

"Até agora os nomes são nacionais", mas os investigadores estão à procura de eventuais "ligações com o estrangeiro", declarou o chefe do Governo na televisão, sem dar mais detalhes.

A capital, Colombo, foi hoje alvo de pelo menos cinco explosões: em quatro hotéis de luxo e uma igreja.

Duas outras igrejas foram também alvo de explosões, uma em Negombo, a norte da capital e onde há uma forte presença católica, e outra no leste do país.

A oitava e última explosão, até ao momento, teve lugar num complexo de vivendas na zona de Dermatagoda.

As primeiras seis explosões ocorreram "quase em simultâneo", pelas 08h45 (03h15 em Portugal), de acordo com fontes policiais citadas por agências internacionais.

As oito explosões na ilha mataram, pelo menos, 207 mortos, entre os quais um português, e fez 450 feridos.

  • Partilhar

Relacionadas

  • Sri Lanka: PR repudiou ataques e já apresentou condolências à viuva do português
    21 de abril de 2019
    Sri Lanka: PR repudiou ataques e já apresentou condolências à viuva do português
  • Sri Lanka: MNE lamenta morte de português
    21 de abril de 2019
    Sri Lanka: MNE lamenta morte de português
  • Há um português morto nos ataques no Sri Lanka
    21 de abril de 2019
    Há um português morto nos ataques no Sri Lanka
  • 207 mortos e 450 feridos em explosões no Sri Lanka
    21 de abril de 2019
    207 mortos e 450 feridos em explosões no Sri Lanka

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top