Notre-Dame: estrutura da catedral está salva

Bombeiros começaram a combater as chamas antes das 18h00. Fogo terá começado no sótão da catedral.

15 de abril de 2019 às 18:17Notre-Dame: estrutura da catedral está salva

A estrutura da catedral de Notre-Dame, de Paris, “está salva e preservada na sua globalidade”, anunciaram hoje à noite os bombeiros.

Um incêndio na catedral de Notre-Dame de Paris deflagrou hoje cerca das 18h50 locais (17h50 em Lisboa) e atingiu a estrutura do edifício.

Os bombeiros disseram que o incêndio terá começado no sótão da catedral e admitiram que a situação poderá estar ligada aos trabalhos de reabilitação do edifício, que é o monumento histórico mais visitado da Europa.

Cerca de uma hora depois de ter começado o incêndio, o pináculo de Notre-Dame desmoronou-se.

 

 

As chamas começaram por atingir a torre mais alta da catedral, o monumento histórico mais visitado da Europa.

Pouco tempo depois, e depois de desmarcar a agenda, onde se incluía uma declaração ao país por outros motivos, o presidente francês escreveu no twitter: “Notre-Dame de Paris em chamas. Emoção de toda uma nação. Pensada para todos os católicos e para todos os franceses. Como todos os nossos compatriotas estou triste de ver arder esta parte de nós”.

 

 

 

 

A ilha onde está situada a catedral, Património Mundial da UNESCO, foi evacuada.

O incêndio acontece numa altura em que a catedral estava a ser renovada em alguns locais.

 

Dirigentes de vários países já expressaram emoção e solidariedade, do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que falou das “imagens terríveis de ver”, à chanceler alemã, Angela Merkel, que considerou Notre-Dame um “símbolo da França e da cultura europeia”.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, declarou-se “horrorizado” com as imagens do incêndio, “uma joia única do Património Mundial”.

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou um “abraço sentido” ao chefe de Estado francês, lamentando o incêndio, e o primeiro-ministro, António Costa, também transmitiu a Emmanuel Mácron e à presidente da Câmara, Anne Hidalgo, uma mensagem de solidariedade pelo “terrível incêndio”.

A primeira ministra britânica, Theresa May, disse que os seus “pensamentos estão com a população francesa” e do Vaticano chegou também uma mensagem de “incredulidade” e de “tristeza”.

“Cenas comoventes da catedral de Notre-Dame em chamas. Londres está hoje na tristeza com Paris, e na amizade sempre”, disse o presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan, na página Twitter.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO, em inglês) também se afirmou “ao lado da França para salvar e restaurar o património inestimável” que é a catedral de Notre-Dame, disse a diretora-geral, Audrey Azoulay, na sua página no Twitter.

Inscrita como Património Mundial da Humanidade desde 1991, a catedral gótica foi construída na Ilha de França, em pleno centro de Paris. Em cada ano é visitada por cerca de 13 milhões de pessoas.

Imagens e vídeos partilhados nas redes sociais poucos momentos depois do início do incêndio:

 

 

 

 

 

 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top