Tiroteio na Nova Zelândia faz pelo menos 49 mortos

Quatro pessoas foram detidas após o ataque a duas mesquitas em Christchurch.

EPA/Martin Hunter
15 de março de 2019 às 08:25Tiroteio na Nova Zelândia faz pelo menos 49 mortos

Pelo menos 49 pessoas morreram e 48 ficaram feridas na sequência de um tiroteio esta sexta-feira em Christchurch, na Nova Zelândia.

A informação foi atualizada esta manhã pelo comissário de polícia da Nova Zelândia, Mike Bush, que adianta que foram detidos quatro suspeitos.

O principal suspeito é um homem, com cerca de 20 anos,  que vai ser presente amanhã a tribunal. Tudo indica que será Brenton Tarrant, de 28 anos nascido na Austrália, que reivindicou a responsabilidade pelos disparos e transmitiu em direto na Internet o momento do ataque. Tarrant deixou um manifesto anti-imigrantes de 74 páginas, no qual procurou justificar as ações.

Os ataques, com início às 13h40 (00h40 em Lisboa), aconteceram nas mesquitas de Al Noor, em Hagley Park, e de Linwood Masjid.

A primeira-ministra neozelandesa Jacinda Ardern já considerou este "um dos dias mais negros da Nova Zelândia".

"Um ato de violência sem precedentes que não tem lugar na Nova Zelândia. Muitas pessoas afetadas podem ser migrantes ou refugiadas que escolheram fazer da Nova Zelândia a sua casa", refere a primeira ministra.

 

 


Christchurch é a maior cidade da Ilha Sul da Nova Zelândia e a terceira maior cidade do país com cerca de 376 700 habitantes.

A Secretaria de Estado das Comunidades não tem indicação de portugueses entre as vítimas, mas garante que está em contacto permanente com a embaixada na Austrália, que acompanha a situação.

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top