Os discos que nos esperam em 2019

Álbuns novos de Madonna, Lana Del Rey e Seu Jorge este ano.

02 de janeiro de 2019 às 15:39Os discos que nos esperam em 2019

É este ano que sai o aguardado álbum novo de Madonna, que tem como base de inspiração o seu período de residência em Lisboa. Pertence ao mistério de estúdio de que modo o fado e a música africana vão influenciar a pop da sua rainha, naquele que vai ser o seu 14º álbum de originais.

Mas há mais álbuns sem data de lançamento mas que são esperados em 2019. Alguns deles já têm título, como o caso da grande cantora do imaginário cinematográfico norte-americano Lana Del Rey, "Norman Fucking Rockwell", de que se vão revelando alguns esboços de forma avulsa, mas também temas inteiros, como 'Venice Bitch'. A dupla de eletrónica The Chemical Brothers, através de "No Geography", e o ex-vocalista dos Smiths Morrissey, por via do álbum de versões "California Son", já estão também a preparar um 2019 ativo.

 

Já o título do próximo longa-duração do brasileiro Seu Jorge, "O Outro Lado", é provisório, mas não escapará a 2019. É também este ano que a banda de indie rock nacional Capitão Fausto publica o seu novo álbum "A Invenção do Dia Claro", gravado em São Paulo, no Brasil. 'Sempre Bem' é um dos temas de avanço.

 

Alguns pesos pesados do rock também têm novos discos para dar ao mundo, como os veteranos do thrash metal Megadeth ou os mais industriais e piromaníacos Rammstein (estes na primavera). Na área mais indie, o superprodutivo Jack White (ex-White Stripes) vai dedicar 2019 aos The Raconteurs, que vão lançar álbum novo mais de dez anos depois.

Em janeiro, há vários discos aprazados, um deles da boy band Backstreet Boys, "DNA", que sai para as lojas no próximo dia 25. Uma semana antes, sai o novo álbum da cantautora norte-americana Sharon Van Etten, "Remind Me Tomorrow". Também este mês, a banda punk-hardcore Tara Perdida lança "Reza", o segundo álbum do grupo sem o vocalista malogrado João Ribas.

 

Em fevereiro, alguma da comunidade metaleira pode fervilhar com os novos álbuns dos sinfónicos Within Temptation, "Resist", no dia 1, e da banda de prog-metal Dream Theater, "Distance Over Time", a 22. Pelo meio, vai haver no dia 8 discos frescos da banda de dream pop Mercury Rev, "Bobbie Gentry's The Delta Sweete Revisited", e do experimentalista eletrónico Panda Bear, "Buoys" (este último gravado e misturado em Lisboa, onde o membro dos Animal Collective reside há mais de dez anos). Uma semana depois, é a vez de Avril Lavigne, com "Head Above Water", Ladytron, por intermédio de "Ladytron", e Yann Tiersen, graças a "All", colocarem novos álbuns no mercado.


  
O mês de março começa com os novos registos dos indie-rockers Weezer, "Weezer" (The Black Album), dos metaleiros Queensrÿche, "The Verdict", e do antigo co-líder dos Go-Betweens Robert Forster, "Inferno", tudo no dia 1. A 8 de março, é a vez de Dido lançar "Still on My Mind", uma semana antes dos Faint publicarem "Egowerk".

 

  • Partilhar

Caso tenha algum comentário a fazer:

Back to Top